sicnot

Perfil

Mundo

Os cuidados especiais da mãe-chimpanzé com a cria com Síndrome de Down

Pela primeira vez no mundo, foi observada uma mãe chimpanzé, na vida selvagem, a ter cuidados redobrados com a sua cria. O que torna esta história inédita é o facto de a cria ser portadora de Síndrome de Down.

Foto de Takuya Matsumoto

Foto de Takuya Matsumoto

Aconteceu no Parque Nacional das Montanhas Mahale, na Tanzânia. Cientistas japoneses observaram o comportamento de uma mãe chimpanzé que tinha constantemente uma cria ao colo.

Subia às árvores com apenas 3 patas, para poder transportar o mais pequeno, deu de mamar até mais tarde que o habitual. Um tratamento especial que aguçou a curiosidade dos investigadores da Universidade de Quioto.

Perceberm que a cria era diferente. Tinha Síndrome de Down.

Os cientistas acreditam que "os cuidados redobrados da mãe devido às deficiências da sua cria e os cuidados dados também pela irmã (da mãe) ajudaram-na a sobreviver durante 23 meses na selva".

De acordo com a BBC, só há registo no mundo de dois casos de chimpanzés com deficiências, que sobreviveram durante longos períodos. Ambos nasceram em cativeiro e contaram com o apoio de humanos.

Esta descoberta irá permitir aos investigadores perceber "como a sociedade humana, que socialmente toma conta dos seus membros com deficiências, tem evoluído" explicou à BBC, Michio Nakamura, um dos investigadores.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.