sicnot

Perfil

Mundo

Detidos e interrogados seis familiares de presumível autor de ataque

Seis pessoas da família do terrorista francês identificado como autor de um dos ataques da noite de sexta-feira em Paris foram detidas e estão a ser interrogadas.

© Charles Platiau / Reuters

Estas seis pessoas, entre as quais o pai , o irmão e a cunhada de Ismael Omar Mostefai, encontram-se nas instalações da Subdireção Antiterrorista (SDAT), nos arredores de Paris, segundo a "BFM TV", citada pela agência Efe.

Entretanto, foi encontrado um carro preto modelo Seat usado por homens armados que dispararam contra pessoas em restaurantes durante os ataques de sexta-feira.

De acordo com a polícia, citada pela agência France Presse, o veículo foi encontrado hoje no subúrbio de Montreuil.

O grupo autodenominado Estado Islâmico reivindicou, no sábado, em comunicado, os atentados de sexta-feira em Paris, que causaram pelo menos 129 mortos, entre os quais dois portugueses, e 352 feridos, 99 em estado grave.

Oito terroristas, sete deles suicidas, que usaram cintos com explosivos para levar a cabo os atentados, morreram, segundo fontes policiais francesas.

Os ataques ocorreram em pelo menos seis locais diferentes da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e o Stade de France, onde decorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.

A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controlo de fronteiras na sequência daquilo que o Presidente François Hollande classificou como "ataques terroristas sem precedentes no país".

As pistas seguidas pelas autoridades colocam a Bélgica no centro das investigações.

Os terroristas responsáveis pelos atentados podem ter saído dum bairro de Bruxelas que já foi alvo de buscas. Cinco pessoas foram detidas. O nível de alerta na Bélgica aumentou para o máximo.

  • Obras no Miradouro de São de Pedro de Alcântara não foram a concurso
    2:50

    País

    As obras no Miradouro de São Pedro de Alcântara, em Lisboa, arrancaram esta segunda-feira. A intervenção foi adjudicada à construtora Teixeira Duarte sem concurso público. A autarquia justifica esta decisão com o caráter urgente da obra, argumento que não consta do relatório do Laboratório Nacional de Engenheria Civil, a que a SIC teve acesso.

  • Rajadas de vento em Moscovo atingem os 110 km/hora
    0:57

    Mundo

    A passagem de uma tempestade por Moscovo fez pelo menos 11 mortos e mais de 50 feridos. Os ventos fortes, que chegaram aos 110 km/hora, destruíram carros e telhados e provocaram atrasos nos transportes. Na região de Stavropol, mais de 60 mil pessoas foram retiradas de casa por perigo de cheias.