sicnot

Perfil

Mundo

TGV que descarrilou em Estrasburgo quando fazia testes levava crianças a bordo

Algumas crianças seguiam a bordo do comboio de alta velocidade (TGV) francês que sábado descarrilou perto de Estrasburgo quando circulava em testes, e que por isso só deveria transportar técnicos, admitiu a empresa ferroviária, citada pela AFP.

TGV em testes descarrila em Alsácia, França

TGV em testes descarrila em Alsácia, França

© Vincent Kessler / Reuters


"Havia algumas crianças a bordo", admitiu um porta-voz da transportadora, sem especificar se existem crianças entre as vítimas do acidente, acrescentando que a investigação a decorrer irá determinar o número de pessoas que seguiam no comboio em testes.

Dez mortos foi o último balanço do acidente com um comboio TGV, que efetuava ensaios na nova linha de alta velocidade no norte de Estrasburgo, França, um dia depois de vários atentados terroristas na capital terem feito pelo menos 129 mortos.

No sábado, a empresa dos Caminhos de Ferro de França informou que o comboio circulava com 49 técnicos a bordo, sem outros passageiros, e terá "descarrilado devido ao excesso de velocidade"

A polícia disse, no entanto, que a causa do desastre ainda não foi determinada.

Esta nova geração de TGV deveria entrar em funcionamento na primavera do próximo ano.

Trata-se do acidente mais grave com o serviço de transporte de TGV em França, desde que entraram em circulação, em 1981.

Lusa

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.