sicnot

Perfil

Mundo

Anonymous afirmam ter desativado mais de 5.500 contas "jihadistas"

O movimento de "hackers" Anonymous afirmou hoje ter desativado mais de 5.500 contas nas redes sociais relacionadas com o grupo extremista Estado Islâmico (EI), que reivindicou os ataques da passada sexta-feira em Paris.

© Stefan Wermuth / Reuters

O grupo de ativistas e piratas informáticos anunciou esta informação um dia depois de ter declarado guerra contra os meios "online" conotados com os 'jihadistas', ou seja, 'sites' e contas nas redes sociais.

"Informamos que mais de 5.500 contas no Twitter do EI estão agora em baixo", escreveu o grupo numa mensagem ("tweet") naquela rede social. A maneira como as contas foram danificadas não foi especificada.

Numa aparente reação do grupo extremista, uma nota publicada numa aplicação de mensagens pediu aos apoiantes do EI para protegerem as suas contas nas redes sociais.

"Os 'hackers' dos Anonymous ameaçam (...) realizar uma grande operação contra o EI (idiotas)", referiu a mensagem.

Na segunda-feira, os Anonymous divulgaram um vídeo na Internet em que declararam guerra aos 'jihadistas' e prometeram vingança pelos ataques de Paris, que fizeram pelo menos 129 mortos, incluindo dois portugueses, e centenas de feridos.

"Estes atentados não podem ficar impunes", declarou, em francês, um presumível elemento do grupo de ativistas informáticos, que surgiu no vídeo com o rosto coberto pela máscara de Guy Fawkes (um católico britânico que em 1606 tentou fazer explodir o Parlamento britânico e foi levado à forca por traição), máscara que ficou popularizada pelo filme "V de Vingança" e que foi adotada como símbolo do movimento.

"É por isso que os Anonymous de todo o mundo vão caçar-vos. (...) Vamos lançar a maior operação jamais realizada contra vocês, podem esperar um grande número de ataques cibernéticos. A guerra está desencadeada, preparem-se. O povo francês é mais forte que tudo e irá sair ainda mais forte desta atrocidade", afirmou o mesmo elemento, no vídeo divulgado no "site" de partilha de vídeos Youtube.

Lusa

  • Anonymous declara guerra ao Estado Islâmico

    Ataques em Paris

    O grupo Anonymous declararou guerra ao Estado Islâmico, em reação aos atentados em Paris. O Anonymous publicou um vídeo no Youtube, no qual promete lançar "a maior operação de sempre" contra o Estado Islâmico, que deverá "esperar ciberataques massivos".

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC