sicnot

Perfil

Mundo

Obama diz que Putin é "parceiro construtivo" nas negociações sobre a Síria

O Presidente norte-americano elogiou hoje o papel da Rússia nas negociações para acabar com a crise na Síria e abriu a porta a laços mais estreitos se Moscovo focar os seus ataques militares no grupo Estado Islâmico.

reuters

Para Barack Obama, a Rússia tem sido "um parceiro construtivo em Viena, na tentativa de criar uma transição política", referindo-se às conversações na Áustria, apesar de haver diferenças de opinião quanto ao destino a dar ao Presidente sírio Bashar al-Assad.

Na terça-feira, a Rússia atacou alvos do Estado islâmico na Síria, após confirmar que foi um atentado que causou a queda de um avião russo que sobrevoava o Egito no mês passado, matando 224 pessoas.

Obama falava após um encontro com o Presidente das Filipinas, Benigno Aquino, em Manila, onde está para participar na cimeria do Fórum de Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC), que conta com a presença de líderes de 21 países e decorre entre hoje e quinta-feira.

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41