sicnot

Perfil

Mundo

Regime sírio acusado de usar ataques a hospitais como arma de guerra

Os ataques do governo sírio aos hospitais de Aleppo devastaram os serviços de saúde na cidade, acusou hoje a organização Médicos pelos Direitos Humanos, afirmando que 95 por cento dos médicos fugiram, estão mortos ou foram presos.

Reuters/Arquivo

Reuters/Arquivo

© Stringer . / Reuters

Menos de um terço dos hospitais da cidade estão a funcionar devido aos 45 ataques dos últimos três anos, refere a organização num relatório hoje divulgado.

"O governo sírio está a usar os ataques aos serviços de saúde de Aleppo como uma arma de guerra", disse Michele Heisler, uma das autoras do documento.

A cidade de Aleppo está dividida entre as forças governamentais, que controlam o lado ocidental, e os rebeldes, que tomaram a parte oriental pouco tempo depois do início dos combates em meados de 2012.

As forças governamentais sírias apoiadas pelos meios aéreos russos lançaram uma nova investida na tentativa de recuperar o controlo de Aleppo e tomaram a cidade de Al-Hader, a sul da cidade, no início do mês.

Os Médicos pelos Direitos Humanos afirmam que houve, pelo menos, dez ataques aéreos russos a infraestruturas de saúde em outubro, que provocaram a morte de um trabalhador.

Segundo o relatório, havia menos do que 80 médicos a trabalhar em Aleppo, ou seja 05% dos clínicos que serviam aquela cidade antes da guerra.

Lusa

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • IPSS despejada nos Açores
    2:25

    País

    A IPSS Aurora Social, de Ponta Delgada, nos Açores, foi notificada pelo tribunal a abandonar a cozinha onde, há mais de 20 anos, fornece comida a quem mais precisa. A decisão judicial partiu de uma queixa dos moradores e põe em causa os postos de trabalho de 13 funcionárias, a maioria com deficiência. Há dois anos que a Secretaria Regional de Solidariedade Social dos Açores tenta encontrar uma alternativa à cozinha, que tem licença da câmara.

  • Pais revoltados com transporte de crianças do Mogadouro
    4:14

    País

    Os pais dos alunos de algumas aldeias de Mogadouro estão preocupados com a falta de segurança do transporte dos filhos para a escola, na sede de concelho. Os pais contestam o autocarro degradado, que avaria com frequência, e a falta de cintos de segurança em percursos rurais com dezenas de quilómetros.

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15
  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.