sicnot

Perfil

Mundo

Comboio de alta velocidade fabricado pela China atingiu os 385 km/hora

Um comboio de alta velocidade chinês atingiu na quarta-feira 385 quilómetros por hora, durante um teste efetuado na linha que liga Datong e Xi'an, no noroeste da China, avançou a agência noticiosa oficial chinesa Xinhua.

CSR Qingdao Sifang

A conceção e fabrico do comboio, que foi testado em pontes, túneis, e em subidas e curvas, coube à empresa CSR Qingdao Sifang, enquanto os direitos de propriedade intelectual são detidos pela China, escreveu a agência.

O comboio deverá começar a operar a partir do próximo ano e circulará a uma velocidade padrão de 350 quilómetros por hora.

Em menos de uma década, a China construiu a maior rede ferroviária de alta velocidade do mundo, ultrapassando o Japão e a França, os países pioneiros desta tecnologia.

A primeira linha, inaugurada em 2008, por altura dos Jogos Olímpicos, foi um troço de 120 quilómetros entre Pequim e a cidade portuária de Tianjin.

Atualmente, a linha mais longa, com 2.298 quilómetros de extensão, liga Pequim a Cantão em oito horas.

Lusa

  • Veio para Portugal para estar mais perto da natureza mas o fogo levou-lhe tudo
    4:59
  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão