sicnot

Perfil

Mundo

Descobertas fissuras num reator nuclear na Escócia

Várias fissuras foram descobertas nos tijolos de carbono que compõem o núcleo do reator nuclear da central de Hunterston B na Escócia, anunciou hoje o operador da central, a elétrica estatal francesa EDF.

© Russell Cheyne / Reuters

A EDF afirmou que as fissuras não representam "consequências ao nível da segurança" e que o reator poderá continuar a funcionar de forma normal.

As fissuras foram encontradas em três dos 6.000 tijolos de carbono existentes no núcleo do reator durante uma inspeção regular.

Segundo a EDF, estas fissuras poderão estar relacionadas com a idade do reator da central de Hunterston, que conta com dois reatores.

"Estes resultados foram antecipados e confirmam a nossa estimativa de fixar a duração limite [da central Hunterston B) até 2023", acrescentou a elétrica francesa.

A funcionar desde 1976, esta central era para ter sido inicialmente encerrada em 2011. A infraestrutura acabou por ser submetida a trabalhos de melhoramento para prolongar a sua atividade.

A elétrica francesa acrescentou que comunicou a existência destas fissuras por motivos "de abertura e de transparência".

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Esforço dos contribuintes para salvar bancos deve ser minimizado, diz Draghi
    1:49