sicnot

Perfil

Mundo

França recebeu confirmação de 137 líderes na Cimeira do Clima

A França recebeu a confirmação de participação de 137 chefes de Estado e de Governo na Cimeira das Alterações Climáticas (Cop 21), entre 30 de novembro e 11 de dezembro, anunciou hoje o ministro francês dos Negócios Estrangeiros.

O chefe da diplomacia francesa, Laurent Fabius (à direita), confirmou que foram canceladas, por motivos de segurança, duas grandes manifestações que se iam realizar em paralelo à cimeira.

O chefe da diplomacia francesa, Laurent Fabius (à direita), confirmou que foram canceladas, por motivos de segurança, duas grandes manifestações que se iam realizar em paralelo à cimeira.

© Benoit Tessier / Reuters

No primeiro dia, os líderes vão proferir os seus discursos e, no total, vão participar, através das diferentes delegações e associações, 40.000 pessoas, explicou Laurent Fabius, em entrevista à emissora France Info.

O chefe da diplomacia francesa confirmou que foram canceladas, por motivos de segurança, duas grandes manifestações que se iam realizar em paralelo à cimeira, a 29 de novembro e 12 de dezembro.

"Como a segurança não pode ser totalmente garantida, não se mantêm", indicou, antes de acrescentar que, de qualquer forma, as organizações não-governamentais vão estar presentes no centro de conferências, onde vão decorrer as negociações e mais de 350 debates.

Lusa

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.