sicnot

Perfil

Mundo

Forças especiais cercam atacantes e controlam hotel no Mali, pelo menos 27 mortos

As forças de segurança malianas asseguraram o controlo do Hotel Radisson, em Bamako, que foi hoje alvo de um ataque. Os atacantes, já sem reféns sob sequestro, estarão encurrados nos pisos superiores. Dois deles foram abatidos. Há pelo menos 27 mortos.

STR

AFRICABLE TELEVISION / HANDOUT

De acordo com o porta-voz do Ministério do Segurança Interna do Mali, as forças especiais estão atualmente a tentar retirar os atacantes que estão nos pisos superiores do hotel.

"Eles já não têm reféns e as nossas forças estão a tentar localizá-los", tinha anunciado momentos antes o ministro, o coronel Salif Traoré, numa conferência de imprensa.

As forças de manutenção da paz da ONU no local contaram pelo menos 27 corpos, quando ainda decorrem buscas no interior do hotel, segundo fonte oficial citada pela Reuters.

De acordo com outra fonte militar maliana em declarações à France Press, dois atacantes foram abatidos.

Nesta operação, as forças do Mali tiveram a ajuda das tropas de elite dos Estados Unidos e da França.

O sequestro de cerca de 170 pessoas neste hotel de luxo foi reivindicado pelos grupos terroristas Al-Qaida no Magrebe Islâmico (AQMI) e Al Murabitun, como um "ataque conjunto" .

Testemunhas dizem que os terroristas chegaram ao hotel por volta das 7:00 num automóvel com matricula diplomática. Entraram e começaram a disparar armas automáticas. Horas depois, alguns reféns foram libertados e entretanto, as forças de segurança avançaram para o interior do edifício.

O governo português diz que não há indicação de vítimas ou reféns de nacionalidade portuguesa.

  • Três mortos em hotel de Bamako, 80 reféns terão sido libertados

    Mundo

    Homens armados tomaram de assalto o Hotel Radisson no centro de Bamako, capital do Mali. Segundo informação avaçada pela AFP, o hotel terá sito tomado por jihadistas que fizeram 170 reféns. Entre dois a quatro homens com armas automáticas ocuparam o hotel. Testemunhas no exterior ouviram tiros e a polícia montou de imediato um perímetro de segurança. Mais tarde, forças especiais entraram no hotel e no decorrer desta operação terão morrido pelo menos três reféns e 80 terão sido libertados.

  • Hollande apela aos franceses no Mali que recorram à proteção da embaixada
    1:32

    Mundo

    O Presidente francês, François Hollande, afirmou hoje que França "fará todo o possível" para conseguir a libertação das pessoas feitas reféns durante um ataque armado contra um hotel de luxo em Bamako, Mali. Hollande pediu a todos os franceses que estão no país que entrem em contacto com a embaixada para assegurarem medidas de proteção. "No contexto que todos conhecemos, pedimos aos nossos cidadãos que tenham uma cautela extrema. (...) A vida não para, nem tão pouco a atividade económica, em todos os países que precisam de nós, mas é muito importante que pensem também na segurança", assinalou o chefe de Estado francês.

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.