sicnot

Perfil

Mundo

Sky News capta imagens do hotel no Mali após ataque terrorista

Sky News capta imagens do hotel no Mali após ataque terrorista

O Presidente do Mali garante que o país não vai isolar-se nem fechar as fronteiras depois do ataque terrorista da última sexta feira que matou mais de 20 pessoas na capital, Bamako, incluindo atacantes. O Presidente russo Vladimir Putin veio apelar ao reforço da campanha global contra o terrorismo, depois de saber que entre as vítimas mortais estão pelo menos quatro russos. Estas são imagens exclusivas da Sky News que esteve no do interior do hotel de 5 estrelas na capital do Mali, onde 19 civis foram mortos num ataque já reivindicado pela Al-Qaeda do Magreb Islâmico.

  • Hollande apela aos franceses no Mali que recorram à proteção da embaixada
    1:32

    Mundo

    O Presidente francês, François Hollande, afirmou hoje que França "fará todo o possível" para conseguir a libertação das pessoas feitas reféns durante um ataque armado contra um hotel de luxo em Bamako, Mali. Hollande pediu a todos os franceses que estão no país que entrem em contacto com a embaixada para assegurarem medidas de proteção. "No contexto que todos conhecemos, pedimos aos nossos cidadãos que tenham uma cautela extrema. (...) A vida não para, nem tão pouco a atividade económica, em todos os países que precisam de nós, mas é muito importante que pensem também na segurança", assinalou o chefe de Estado francês.

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.