sicnot

Perfil

Mundo

França reforça porta-aviões nos bombardeamentos ao Daesh

O Governo francês tem estado a avançar nos bombardeamentos às posições do Daesh, o auto-proclamado Estado Islâmico. Esta segunda-feira, o Ministério da Defesa gaulês fez saber, através de um comunicado, que já partiram quatro caças do porta-aviões francês Charles de Gaulle.

Até agora, o porta-aviões francês Charles de Gaulle tinha sido envolvido apenas em missões no Iraque.

Até agora, o porta-aviões francês Charles de Gaulle tinha sido envolvido apenas em missões no Iraque.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

Os bombardeiros têm a missão de atacar o norte da Síria, mais precisamente Raqqa, cidade bastião do Daesh.

Na operação desta noite, participaram também os dois aviões Mirage da Força Aérea que já estavam a postos na Jordânia.

Um raide que, de acordo com a informação disponibilizada, foi lançado às 18:30, hora de Lisboa, e permitiu destruir um local ocupado por terroristas, um centro de comando e um depósito de material e viaturas.

Até agora, o porta-aviões francês Charles de Gaulle tinha sido envolvido apenas em missões no Iraque.

Com 26 caças a bordo, aumenta para o triplo a capacidade de meios de ataque da França na região do norte do Iraque e da Síria.

  • Desportivo das Aves fora da Liga Europa

    Desporto

    O Desportivo das Aves não vai à Liga Europa e o Sporting terá entrada direta na fase de grupos. Apesar da conquista da Taça de Portugal, a equipa avense não se licenciou em tempo útil para poder participar na prova da UEFA, apurou a SIC.

    Em atualização

  • "Vi o Bas Doost a jorrar sangue para o chão (...) revoltei-me!"
    3:28
  • "Esta semana parecia um filme de terror"
    2:24

    Desporto

    O treinador do Sporting falou pela primeira vez à imprensa desde as agressões de que foi alvo em Alcochete. Jorge Jesus disse que a última semana "parecia um filme de terror" e deixou um agradecimento especial aos adeptos e à "capacidade emocional" dos jogadores.

  • Já se pode pescar sardinha mas há limitações

    País

    A proibição da pesca da sardinha termina hoje, podendo, até 31 de julho, os pescadores capturar 4.855 toneladas, com limites diários, medidas de proteção dos juvenis e monitorização da pescaria, disse à Lusa o Ministério do Mar.

  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29