sicnot

Perfil

Mundo

Morreu um rinoceronte branco do norte, restam três em todo o mundo

Morreu o rinoceronte branco do norte que estava num jardim zoológico dos EUA. Restam apenas três em todo o mundo e estão no Quénia.

A fêmea de rinoceronte branco do norte, Nola, em dezembro de 2014.

A fêmea de rinoceronte branco do norte, Nola, em dezembro de 2014.

Lenny Ignelzi / AP

Um dos três rinocerontes brancos do norte que estão no Quénia com elementos da tribo Masai.

Um dos três rinocerontes brancos do norte que estão no Quénia com elementos da tribo Masai.

© Thomas Mukoya / Reuters

O estado de saúde de Nola, de 41 anos, deteriorou-se após uma cirurgia e teve de ser abatida no domingo. Tinha sido operada a um abcesso numa anca a 13 de novembro, mas surgiram complicações pós-operatórias que pioraram de forma irreversível durante o passado fim de semana.

Nola era uma das maiores atrações do San Diego Zoo Safari Park desde 1989 e os únicos três rinocerontes brancos do norte que ainda existem, todos eles já idosos, estão sob fortes medidas de segurança no Ol Pejeta Conservancy no quénia.

O rinoceronte branco do norte foi declarado extinto em estado selvagem em 2008, depois de ser alvo de de caçadores furtivos para vender o corno.

O Zoo de San Diego adquiriu seis fêmeas rinoceronte branco do sul para tentar inseminá-las com embriões de rinocerontes brancos do norte. Os investigadores dizem que, se o projeto for bem sucedido, poderá nascerum rinoceronte branco do norte dentro de 10 a 15 anos.

Há cerca de 20 mil rinocerontes brancos do sul em todo o mundo mas ainda decorreme studos para determinar se esta sub espécie é geneticamente semelhante para poder gerar o embrião.

  • Esquerda desce, direita sobe
    1:19
  • Ministério Público já tem fita do tempo do surto de legionella
    2:19