sicnot

Perfil

Mundo

Governo dos EUA perde filme do assassinato de JFK

O governo norte-americano diz desconhecer o paradeiro de um filme que regista o momento em que o presidente Kennedy é alvejado, em 1963. As imagens, registadas por Orville Nix, foram confiscadas pela polícia e nunca foram devolvidas. Agora a neta de Nix exige uma indemnização de 10 milhões de dólares (9,4 milhões de euros) ao governo norte-americano.

JAMES W. IKE ALTGENS

Orville Nix estava no lugar certo à hora certa. Só assim foi possível filmar o momento em que JFK foi alvejado.
Estávamos no dia 22 novembro de 1963.

Por 5.000 dólares, o filme foi vendido a uma agência de notícias, mas com uma condição: ser devolvido à família 25 anos depois. O filme foi entretanto parar às mãos dos serviços de investigação do governo norte-americano e nunca foi devolvido.

Gayle Nix Jackson, neta do autor das imagens, descobriu agora que ao contrário do que pensava, o filme não está na posse das autoridades. Acreditava-se que pudesse estar no Arquivo Nacional norte-americano mas o governo diz desconhecer o seu paradeiro.

A neta de Orville Nix diz ser incompreensível que as autoridades tenham perdido o filme e exige por isso uma indemnização de 10 milhões de dólares.

Filmes do assassinato de JFK

Orville Nix estava no lado oposto a Abraham Zapruder, responsável pelo famoso "Zapruder Film", amplamente reproduzido após o assassinato do presidente.

O "Nix Film" não é tão completo como o Zapruder, mas mostra o momento em que o presidente é atingido e um elemento dos serviços secretos salta para a limusine presidencial para fechar a capota. Para as autoridades o filme de Orville Nix foi considerado igualmente importante para a investigação.

Em 1999, o "Zapruder Film" foi comprado aos herdeiros, pelo governo dos EUA por 16 milhões de dólares.

Já Orville Nix vendeu, em 1963 a uma agência de notícias por 5.000 dólares sob a condição de ser devolvido à família 25 anos depois.

Mas foi entregue às autoridades e nunca foi devolvido.

Nix Film

Zapruder Film

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi o deputado eleito pelo círculo de Braga. Agora vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Esta saída pode colocar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.