sicnot

Perfil

Mundo

Governo dos EUA perde filme do assassinato de JFK

O governo norte-americano diz desconhecer o paradeiro de um filme que regista o momento em que o presidente Kennedy é alvejado, em 1963. As imagens, registadas por Orville Nix, foram confiscadas pela polícia e nunca foram devolvidas. Agora a neta de Nix exige uma indemnização de 10 milhões de dólares (9,4 milhões de euros) ao governo norte-americano.

JAMES W. IKE ALTGENS

Orville Nix estava no lugar certo à hora certa. Só assim foi possível filmar o momento em que JFK foi alvejado.
Estávamos no dia 22 novembro de 1963.

Por 5.000 dólares, o filme foi vendido a uma agência de notícias, mas com uma condição: ser devolvido à família 25 anos depois. O filme foi entretanto parar às mãos dos serviços de investigação do governo norte-americano e nunca foi devolvido.

Gayle Nix Jackson, neta do autor das imagens, descobriu agora que ao contrário do que pensava, o filme não está na posse das autoridades. Acreditava-se que pudesse estar no Arquivo Nacional norte-americano mas o governo diz desconhecer o seu paradeiro.

A neta de Orville Nix diz ser incompreensível que as autoridades tenham perdido o filme e exige por isso uma indemnização de 10 milhões de dólares.

Filmes do assassinato de JFK

Orville Nix estava no lado oposto a Abraham Zapruder, responsável pelo famoso "Zapruder Film", amplamente reproduzido após o assassinato do presidente.

O "Nix Film" não é tão completo como o Zapruder, mas mostra o momento em que o presidente é atingido e um elemento dos serviços secretos salta para a limusine presidencial para fechar a capota. Para as autoridades o filme de Orville Nix foi considerado igualmente importante para a investigação.

Em 1999, o "Zapruder Film" foi comprado aos herdeiros, pelo governo dos EUA por 16 milhões de dólares.

Já Orville Nix vendeu, em 1963 a uma agência de notícias por 5.000 dólares sob a condição de ser devolvido à família 25 anos depois.

Mas foi entregue às autoridades e nunca foi devolvido.

Nix Film

Zapruder Film

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.