sicnot

Perfil

Mundo

Governo dos EUA perde filme do assassinato de JFK

O governo norte-americano diz desconhecer o paradeiro de um filme que regista o momento em que o presidente Kennedy é alvejado, em 1963. As imagens, registadas por Orville Nix, foram confiscadas pela polícia e nunca foram devolvidas. Agora a neta de Nix exige uma indemnização de 10 milhões de dólares (9,4 milhões de euros) ao governo norte-americano.

JAMES W. IKE ALTGENS

Orville Nix estava no lugar certo à hora certa. Só assim foi possível filmar o momento em que JFK foi alvejado.
Estávamos no dia 22 novembro de 1963.

Por 5.000 dólares, o filme foi vendido a uma agência de notícias, mas com uma condição: ser devolvido à família 25 anos depois. O filme foi entretanto parar às mãos dos serviços de investigação do governo norte-americano e nunca foi devolvido.

Gayle Nix Jackson, neta do autor das imagens, descobriu agora que ao contrário do que pensava, o filme não está na posse das autoridades. Acreditava-se que pudesse estar no Arquivo Nacional norte-americano mas o governo diz desconhecer o seu paradeiro.

A neta de Orville Nix diz ser incompreensível que as autoridades tenham perdido o filme e exige por isso uma indemnização de 10 milhões de dólares.

Filmes do assassinato de JFK

Orville Nix estava no lado oposto a Abraham Zapruder, responsável pelo famoso "Zapruder Film", amplamente reproduzido após o assassinato do presidente.

O "Nix Film" não é tão completo como o Zapruder, mas mostra o momento em que o presidente é atingido e um elemento dos serviços secretos salta para a limusine presidencial para fechar a capota. Para as autoridades o filme de Orville Nix foi considerado igualmente importante para a investigação.

Em 1999, o "Zapruder Film" foi comprado aos herdeiros, pelo governo dos EUA por 16 milhões de dólares.

Já Orville Nix vendeu, em 1963 a uma agência de notícias por 5.000 dólares sob a condição de ser devolvido à família 25 anos depois.

Mas foi entregue às autoridades e nunca foi devolvido.

Nix Film

Zapruder Film

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.