sicnot

Perfil

Mundo

Incêndio em campo de migrantes na Argélia mata 18 pessoas

Um incêndio que deflagrou na noite passada num campo de refugiados na Argélia matou 18 migrantes africanos e feriu outros 43, divulgaram hoje os serviços de emergência argelinos.

© Yannis Behrakis / Reuters


"O alerta do incêndio foi dado pelas 03:00 locais (02:00 em Lisboa) e matou 18 pessoas, deixando outras 43 feridas, no campo que acolhe migrantes em Ouargla, a 800 quilómetros de Argel", disse Farouk Achour, porta-voz da Proteção Civil local.

Até ao momento, as causas do incêndio não são conhecidas nem as nacionalidades das vítimas.

O local, um hangar com todas as condições, colocado à disposição dos migrantes pelas autoridades locais, acolhia mais de 600 pessoas, precisou Farouk Achour.

A Proteção Civil interveio rapidamente no sentido de circunscrever o incêndio, alegadamente provocado por um aquecimento improvisado, uma vez que as temperaturas baixaram drasticamente nos últimos dias.

Uma investigação foi entretanto aberta pela polícia científica para determinar as causas do incêndio.

A Argélia tornou-se um destino privilegiado para os migrantes subsarianos, mas este fluxo levou ao aumento dos comportamentos racistas, que vem sendo demonstrado através de artigos na imprensa, denunciados por várias organizações não-governamentais.

  • Cristas acusa Costa de mentir sobre acordo da concertação social
    3:01

    Economia

    A presidente do CDS acusou esta terça-feira o primeiro-ministro de mentir no debate quinzenal, ao dizer que o acordo da concertação social já estava assinado. Foi o momento mais aceso, com Assunção Cristas a dizer que António Costa não tem condições para chefiar o Governo.

  • Trump prestará juramento com a duas bíblias

    Mundo

    Donald Trump prestará juramento, na próxima sexta-feira, como o 45.º Presidente dos Estados Unidos, usando duas Bíblias - a sua, oferecida pela sua mãe, e a que Abraham Lincoln usou na sua posse, há 150 anos.

  • Esta foto pode salvar a sua vida

    Mundo

    Podemos até estar familiarizados com os sinais do cancro da mama, mas quando se trata de identificar sintomas visuais nos nossos próprios seios, já não é tão fácil. Por isto, uma designer resolveu mostrar como descobrir sinais através de uma ajuda improvável: limões.

    Rita Ferro Alvim