sicnot

Perfil

Mundo

Maior fábrica de clones do mundo vai produzir cães, cavalos e vacas

A maior fábrica de clonagem animal do mundo está a ser construída na China e planeia produzir cães, cavalos e até um milhão de vacas por ano, noticiou esta terça-feira a agência oficial chinesa Xinhua.

O objetivo é produzir animais de estimação, cães-polícia, cavalos de corrida e vacas para alimentação, para venda à escala industrial. (Arquivo)

O objetivo é produzir animais de estimação, cães-polícia, cavalos de corrida e vacas para alimentação, para venda à escala industrial. (Arquivo)

© David Moir / Reuters

As instalações, orçadas em 200 milhões de yuan (31 milhões de dólares), incluem um laboratório de clonagem e um banco de genes.

A Xinhua refere que o projeto está a ser desenvolvido pela firma de biotecnologia chinesa Boyalife e pela sul-coreana Sooam Biotech - cujo fundador alegou, há uma década, ter clonado embriões humanos -, além de dois institutos de investigação chineses.

O objetivo é produzir animais de estimação, cães-polícia, cavalos de corrida e vacas para alimentação, para venda à escala industrial.

A fábrica vai situar-se no porto de Tianjin, a sul de Pequim, deverá começar a produção no próximo ano, com uma capacidade inicial de 100 mil embriões de gado por ano, até atingir a meta de um milhão, de acordo com a Xinhua, que citou o presidente da Boyalife, Xu Xiaochun.

"Os agricultores chineses têm dificuldade em produzir gado para alimentação para responder à procura", disse Xu Xiaochun.

Em agosto, pelo menos 165 pessoas morreram nas explosões de armazéns de químicos no porto de Tianjin.

A sul-coreana Sooam é dirigida por Hwang Woo-suk, que em 2004 afirmou ter conseguido desenvolver células estaminais a partir de embriões humanos clonados, pela primeira vez no mundo.

A comunidade científica considerou a investigação fraudulenta e repleta de falhas éticas.

A página digital da Sooam apresenta uma série de instruções para potenciais clientes que pretendam clonar o seu cão morto.

A Sooam e a Boyalife começaram o mercado da clonagem comercial na China no ano passado, com a produção de três cães de raça mastim tibetano, indicou a Xinhua.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Esforço dos contribuintes para salvar bancos deve ser minimizado, diz Draghi
    1:49