sicnot

Perfil

Mundo

Sequestro em vila francesa chega ao fim

O sequestro que alarmou esta terça-feira, mais uma vez, os franceses, na vila de Roubaix, no noroeste do país, chegou ao fim. O incidente, no entanto, nada teve a ver com os atentados terroristas em Paris.

No seguimento do cerco das autoridades, dois dos reféns terão conseguido escapar e um dos suspeitos terá sido detido. Em torno do local do ataque, as autoridades montaram um perímetro de segurança.

No seguimento do cerco das autoridades, dois dos reféns terão conseguido escapar e um dos suspeitos terá sido detido. Em torno do local do ataque, as autoridades montaram um perímetro de segurança.

© Pascal Rossignol / Reuters

A polícia foi esta noite chamada a um prédio de habitação, na cidade de Roubaix, no norte do país, onde um ou vários homens armados fizeram reféns quatro pessoas, uma das quais responsável por uma agência bancária.

Os primeiros relatos davam conta de vários feridos, na sequência de um tiroteio entre os atacantes e a polícia. Nenhuma fonte oficial confirmou, no entanto, a existência de vítimas.

No seguimento do cerco das autoridades, dois dos reféns terão conseguido escapar e um dos suspeitos terá sido detido. Em torno do local do ataque, as autoridades montaram um perímetro de segurança.

Por volta das 21:00, responsáveis locais anunciaram apenas que todos os reféns estavam em segurança e que o sequestrador havia sido abatido pela polícia.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06

    País

    A SIC teve acesso a comunicações entre operacionais que estavam no terreno a combater os incêndios no distrito de Viseu. Nestes registos áudio, é percetível a falta de meios no terreno ou até mesmo estradas que não foram cortadas porque não havia elementos da GNR disponíveis.

  • "Quem está no Governo tem sérias responsabilidades"
    1:07

    Opinião

    Pacheco Pereira aponta falhas do Estado, dos bombeiros e da Proteção Civil como causa dos incêndios que assolaram o país no passado domingo. O comentador da SIC considera que o Governo tem responsabilidade perante o que aconteceu.

  • Um retrato devastador do "pior dia do ano"
    2:47