sicnot

Perfil

Mundo

Alemanha envia para o Mali 650 soldados para ajudar no combate ao Daesh

O Governo alemão vai enviar 650 soldados para o Mali, anunciou hoje a ministra da Defesa alemã, com o objetivo de apoiar a França, que está a travar uma luta contra o grupo extremista Estado Islâmico, Daesh.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Stringer . / Reuters

"Queremos e precisamos de estar com a França e fazer tudo o que podemos para ajudar nesta situação difícil", disse Ursula Von der Leyen, depois de ter "evocado" os atentados terroristas de 13 de novembro em Paris, no decurso de uma reunião da comissão da defesa da câmara baixa do Parlamento.

No domingo passado, o ministro da Defesa francês afirmou que todos os países europeus estavam disponíveis para lutar contra o terrorismo de maneira concreta, acrescentando que a França está a fazer um "inventário de possibilidades" conforme a situação de cada país.

"O conjunto dos países da União Europeia mostrou o seu apoio concreto à França. Por um lado, um certo número de Estados vai participar nos ataques, com ações fortes, no território sírio e iraquiano [controlado pelo grupo Estado Islâmico]. Os britânicos estão a pensar nisso e não são os únicos", afirmou Jean-Yves Le Drian, em declarações à televisão de notícias francesa 'i-télé'.

Outros países, acrescentou, em função dos meios e do seu enquadramento legal, podem ser capazes de fornecer apoio logístico para ajudar a França nesta situação e outros vão substituir o esforço militar francês noutros cenários, como em África.

Hoje, foi a vez da Alemanha apresentar uma nova proposta na Bundestag, que permita enviar "uma força de 650 soldados" para apoiar a missão, liderada pela ONU no Mali (Minusma), destinada a facilitar a implementação de um acordo de paz entre o Governo no Mali e os rebeldes no norte.

Trata-se, principalmente, de ajudar as forças de paz, incluindo cerca de 600 soldados holandeses no campo, em matéria de "logística e reconhecimento", precisou Von der Leyen, de acordo com uma declaração sobre as propostas divulgadas pela sua assessoria de imprensa.

A Alemanha, cujo atual mandato prevê um máximo de 150 soldados em Minusma, não tem de momento mais do que dez no norte do Mali. Cerca de 200 soldados alemães fazem agora parte da missão europeia de formação de soldados malaios no sul do país, zona muito menos perigosa.

O Ministério da Defesa alemão anunciou em outubro passado, antes dos ataques de Paris, que iria reforçar o contingente alemão no norte do Mali, mas sem quaisquer detalhes sobre o assunto.

Jean-Yves Le Drian disse ainda que França não prevê reduzir os efetivos que estão no Mali, onde, afirmou, está em marcha uma operação da força anti-terrorista Berkane (apoiada por franceses), que "atua todo o tempo".

"Evidentemente que se as forças europeias vierem em apoio e alívio das forças francesas é a defesa europeia em curso", considerou o governante francês.

A França, sublinhou, "não está sozinha" e o seu objetivo é formar uma coligação tão ampla quanto possível.

Lusa

  • Sky News capta imagens do hotel no Mali após ataque terrorista
    1:50

    Mundo

    O Presidente do Mali garante que o país não vai isolar-se nem fechar as fronteiras depois do ataque terrorista da última sexta feira que matou mais de 20 pessoas na capital, Bamako, incluindo atacantes. O Presidente russo Vladimir Putin veio apelar ao reforço da campanha global contra o terrorismo, depois de saber que entre as vítimas mortais estão pelo menos quatro russos. Estas são imagens exclusivas da Sky News que esteve no do interior do hotel de 5 estrelas na capital do Mali, onde 19 civis foram mortos num ataque já reivindicado pela Al-Qaeda do Magreb Islâmico.

  • Quase 200 queixas por dia sobre serviços de saúde em 2017
    1:46

    País

    Foram apresentadas, em 2017, quase 200 queixas por dia sobre o funcionamento dos serviços de saúde públicos e privados. As questões administrativas e os tempos de espera foram as principais razões das mais de 70 mil reclamações recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde.

  • Fim de semana com chuva e descida da temperatura

    País

    A chuva regressa hoje a Portugal continental e permanece pelo menos até ao início da semana, prevendo-se ainda uma descida da temperatura máxima entre 04 a 06 graus Celsius, disse à Lusa a meteorologista Cristina Simões.

  • Tribunal pede documentos sobre o BES ao Banco de Portugal

    Economia

    O Tribunal Administrativo de Lisboa deu esta quinta-feira ao Banco de Portugal 20 dias para entregar as ata das reuniões das 48 horas antes da resolução do BES. O regulador da banca foi chamado a prestar esclarecimentos sobre a queda do Banco Espírito Santo, em 2014.

  • 45 anos de Partido Socialista
    3:31

    País

    O PS completou 45 anos esta quinta-feira. Acaso ou não, a festa aconteceu um dia depois de terem ficado concluídos dois acordos com o PSD que fazem renascer o debate sobre o posicionamento ideológico do partido socialista.

  • Senado aprova à tangente novo diretor da NASA

    Mundo

    O Senado norte-americano aprovou na quinta-feira, à tangente, a nomeação do novo diretor da agência espacial norte-americana, com 50 votos favoráveis contra 49, colocando à frente da NASA um cético das alterações climáticas, adiantou a Efe.

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
    Mudar de Vida

    Mudar de Vida

    5ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    No "Mudar de Vida" desta quinta-feira damos a conhecer mais um caso de quem teve coragem de arriscar e procurar um novo futuro. Susana Moraes é uma economista que decidiu seguir a paixão pela dança. 

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16