sicnot

Perfil

Mundo

Diplomata russo diz que segundo piloto de avião abatido foi resgatado pelo exército sírio

O segundo piloto do avião militar russo abatido na terça-feira pela aviação da Turquia "foi recuperado pelo exército sírio", revelou hoje o embaixador da Rússia em França.

Sukhoi Su-24

Sukhoi Su-24

© Shamil Zhumatov / Reuters

"Conseguiu escapar e, de acordo com as últimas informações de que dispomos, foi resgatado pelo exército sírio e será levado para a base aérea russa", declarou hoje o diplomata Alexandre Orlov, à rádio francesa Europe 1.

O outro piloto do SU-24 russo, que se despenhou no extremo noroeste da Síria, morreu.

Dois caças-bombardeiros F-16 abateram um SU-24 russo por este ter violado o espaço aéreo turco dez vezes num período de cinco minutos, ao longo da fronteira com a Síria, ignorando todas as advertências.

Versão diferente apresentou o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, que assegurou que o SU-24 não ameaçava a Turquia e que sobrevoava território sírio, a quatro quilómetros da fronteira, advertindo que aquilo a que chamou de "facada nas costas" vai ter "consequências sérias" nas relações diplomáticas entre os dois países.

Lusa

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.