sicnot

Perfil

Mundo

Papa Francisco em África para diálogo inter-religioso

O papa Francisco inicia hoje a sua primeira viagem ao continente africano, ao qual pretende levar uma mensagem de paz, justiça social e diálogo entre o islão e o cristianismo.

© Giampiero Sposito / Reuters

Até dia 30, o sumo pontífice vai visitar o Quénia, o Uganda e a República Centro-Africana, três países onde as comunidades cristãs estão na defensiva perante os movimentos 'jihadistas', como as milícias 'shebab' somalianas (nomeadamente após o massacre no Quénia de 150 estudantes na universidade de Garissa em abril do ano passado) ou o Boko Haram.

Em Nairobi, capital do Quénia e primeira paragem de Francisco, o papa vai discursar na sede do Programa da ONU para o Ambiente e ONU-Habitat, uma intervenção muito esperada e que tem lugar alguns dias antes do início da conferência sobre alterações climáticas em Paris (COP21).

No Uganda, no santuário de Namugongo, o papa vai celebrar uma missa comemorativa dos primeiros santos africanos, 22 jovens mártires cristãos, como Charles Lwanga, queimados vivos no final do século XIX por ordem do rei Mwanga, de quem eram pajens e recusaram ser escravos sexuais.

No domingo, dia 29, terá lugar a abertura de uma "porta santa" na catedral de Bangui, capital da República Centro-Africana, onde se têm verificado episódios de violência entre milícias muçulmanas e cristãs, o que é visto como uma antecipação simbólica da abertura oficial, em Roma, do "Jubileu da misericórdia".

Antes do início da viagem ao continente africano - para qual estão previstas reuniões com pobres, jovens, cristãos e também com muçulmanos - o papa Francisco pediu que a paz e a prosperidade se tornassem estáveis em África.

Lusa

  • Roger Moore, o ator que foi 007 e um Santo
    1:26

    Cultura

    Morreu Roger Moore. O ator britânico tinha 89 anos e morreu na Suíça, vítima de cancro. Ficou conhecido pelo mítico papel de James Bond entre os anos 70 e 80, tendo sido o ator que mais tempo se manteve no papel. Em 2003, foi condecorado pela rainha Isabel II e tornou-se Sir Roger Moore.

  • Ucrânia limita utilização do russo na televisão

    Mundo

    O Parlamento da Ucrânia aprovou esta terça-feira uma lei que determina que três quartos dos programas televisivos dos canais nacionais devem ser transmitidos em ucraniano, medida que visa limitar o uso da língua russa naquele país.