sicnot

Perfil

Mundo

Papa Francisco em África para diálogo inter-religioso

Papa Francisco em África para diálogo inter-religioso

O Papa Francisco inicia hoje a sua primeira viagem ao continente africano, ao qual pretende levar uma mensagem de paz, justiça social e diálogo entre o islão e o cristianismo.

Até dia 30, o sumo pontífice vai visitar o Quénia, o Uganda e a República Centro-Africana, três países onde as comunidades cristãs estão na defensiva perante os movimentos 'jihadistas', como as milícias 'shebab' somalianas (nomeadamente após o massacre no Quénia de 150 estudantes na universidade de Garissa em abril do ano passado) ou o Boko Haram.

Em Nairobi, capital do Quénia e primeira paragem de Francisco, o papa vai discursar na sede do Programa da ONU para o Ambiente e ONU-Habitat, uma intervenção muito esperada e que tem lugar alguns dias antes do início da conferência sobre alterações climáticas em Paris (COP21).

No Uganda, no santuário de Namugongo, o papa vai celebrar uma missa comemorativa dos primeiros santos africanos, 22 jovens mártires cristãos, como Charles Lwanga, queimados vivos no final do século XIX por ordem do rei Mwanga, de quem eram pajens e recusaram ser escravos sexuais.

No domingo, dia 29, terá lugar a abertura de uma "porta santa" na catedral de Bangui, capital da República Centro-Africana, onde se têm verificado episódios de violência entre milícias muçulmanas e cristãs, o que é visto como uma antecipação simbólica da abertura oficial, em Roma, do "Jubileu da misericórdia".

Antes do início da viagem ao continente africano - para qual estão previstas reuniões com pobres, jovens, cristãos e também com muçulmanos - o papa Francisco pediu que a paz e a prosperidade se tornassem estáveis em África.

Com Lusa

  • Julgamento do caso Vatileaks 2 começou hoje
    1:42

    Mundo

    Começou hoje o julgamento do caso Vatileaks 2. Cinco suspeitos, entre eles um padre e dois jornalistas, são acusados de roubar e divulgar documentos financeiros confidenciais financeiros da Santa Sé. O próprio Papa Francisco já lamentou o roubo.

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e o levantamento de prejuízos ainda não está fechado.

  • "Sinto-me como quem leva uma sova monumental"
    0:30
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • "Não compreendi absolutamente nada a substituição do Casillas"
    1:58
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    Os guarda-redes de FC Porto e Benfica estão neste momento em destaque depois de José Sá ter assumido a baliza dos dragões em detrimento de Iker Casillas. Nas águias, Svilar repetiu a titularidade frente ao Desportivo das Aves. Os comentadores do programa Play-Off Rodolfo Rei, Rui Santos, João Alves e Manuel Fernandes analisaram as duas situações.

  • Famílias afetadas pelos fogos começam a receber bens de primeira necessidade
    2:30
  • Equipa responsável por renovação da Proteção Civil ainda não é conhecida
    2:45

    País

    A constituição da unidade de missão que deverá entrar esta segunda-feira em funções para concretizar a reforma dos sistemas de prevenção e combate a incêndios ainda não é conhecida. A equipa de trabalho anunciada por António Costa será responsável por pôr de pé o novo sistema de Proteção Civil, aprovado no Conselho de Ministros extraordinário de sábado.

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC

  • Quando o cão de Macron fez chichi no gabinete do Presidente francês
    0:31

    Mundo

    O cão do Presidente francês voltou a ganhar destaque durante uma reunião de Macron com dois secretários de Estado. O labrador de dois anos foi filmado a urinar numa lareira do Palácio do Eliseu, enquanto decorria a reunião no gabinete do presidente. O momento já se tornou viral na internet.

  • "Quero unir o PSD depois de o clarificar"
    1:17