sicnot

Perfil

Mundo

Condenado homem que matou mulher e divulgou a fotografia no facebook

O norte-americano que matou a mulher e divulgou a fotografia do corpo no Facebook foi condenado por homicídio. Enfrenta agora uma pena que pode ir dos 25 anos de cadeia até à prisão perpétua.

Derek Medina foi condenado pela morte por ter morto a mulher e divulgar a fotografia do corpo no facebook

Derek Medina foi condenado pela morte por ter morto a mulher e divulgar a fotografia do corpo no facebook

© POOL New / Reuters

Derek Medina confessou ter disparado 8 tiros contra a mulher em legítima defesa, depois de anos de abusos físicos.

Jennifer Alfonso tinha 27 anos quando foi morta, em casa, em Miami, há dois anos.

Derek Medina regressa à prisão para cumprir pena efetiva.

Ao publicar a foto da mulher morta, escreveu no Facebook que esperava ir para a prisão ou ser condenado à morte.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".