sicnot

Perfil

Mundo

Coreias acordam diálogo de alto nível no próximo mês

As duas Coreias, do Norte e do Sul, acordaram esta quinta-feira realizar um raro diálogo de alto nível no próximo mês, após terem alcançado em agosto um acordo visando atenuar as tensões transfronteiriças, anunciou o Ministério da Unificação em Seul.

Em junho de 2013, as duas partes concordaram realizar o que teria sido o primeiro diálogo de alto nível em seis anos, mas Pyongyang cancelou na véspera das negociações se iniciarem. (Arquivo)

Em junho de 2013, as duas partes concordaram realizar o que teria sido o primeiro diálogo de alto nível em seis anos, mas Pyongyang cancelou na véspera das negociações se iniciarem. (Arquivo)

© Issei Kato / Reuters

Um responsável do ministério disse que as duas partes se encontrarão a nível ministerial no dia 11 de dezembro na zona industrial conjunta de Kaesong, na Coreia do Norte.

A agenda inclui "assuntos pendentes relacionados com a melhoria das relações", adiantou a mesma fonte, sem dar mais pormenores.

O acordo sobre o diálogo foi conseguido em negociações que decorreram hoje na aldeia fronteiriça de Panmunjom.

Em junho de 2013, as duas partes concordaram realizar o que teria sido o primeiro diálogo de alto nível em seis anos, mas Pyongyang cancelou na véspera das negociações se iniciarem.

Temas prováveis do encontro em dezembro serão a das reuniões regulares desejadas pela Coreia do Sul para as famílias separadas pela guerra da Coreia (1950-53), que dividiu a península coreana. A Coreia do Norte, por seu turno, quererá discutir o recomeço das visitas de grupos turísticos sul-coreanos ao seu complexo turístico do Monte Kumgang.

Lusa

  • PSD e CDS têm caminhos diferentes
    1:22

    País

    Assunção Cristas já respondeu a Pedro Passos Coelho, depois de o líder do PSD ter recusado apoiar a candidatura da líder do CDS à Câmara de Lisboa. Cristas diz que os dois partidos têm caminhos diferentes. O PSD continua sem apresentar candidato. Contudo, Marques Mendes revelou que Passos Coelho convidou José Eduardo Moniz a candidatar-se à Câmara de Lisboa.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.