sicnot

Perfil

Mundo

Europa com mais de 142 mil casos de contágio de VIH em 2014

A Europa registou no ano passado mais de 142 mil casos de contágio de VIH (Vírus da Imunodificiência Humana), o que representa um recorde anual, revelou hoje o gabinete regional da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Centro de tratamento de dontes de SIDA na Ucrânia. Segundo a OMS, o leste europeu regista um elevado número de casos (Arquivo)

Centro de tratamento de dontes de SIDA na Ucrânia. Segundo a OMS, o leste europeu regista um elevado número de casos (Arquivo)

© Gleb Garanich / Reuters

O aumento de casos foi causado pela subida no leste do continente, onde na última década duplicaram os diagnóstivos de VIH, de acordo com um relatório da OMS Europa e do Centro europeu de prevenção e controlo de doenças (ECDC), com sedes em Copenhaga e Estocolmo, respetivamente.

Na Europa de Leste, a subida do número de casos aconteceu em transmissões heterossexuais, enquanto na UE se deu em relações homossexuais.

"Os diagnósticos de VIH em relações homossexuais cresceu a um ritmo alarmante, de 30% em 2005 para 42% em 2014, com aumento em toda a UE e no Espaço Económico Europeu, à exceção de seis países", alertaram a OMS e a ECDC em comunicado.

No relatório indica-se que dois em cada três novos infetados nasceram na Europa, enquanto que as pessoas oriundas de fora do continente, incluindo migrante, representam outro terço.

Metade dos infetados com VIH na região europeia, composta por 53 países e quase 900 milhões de pessoas, obtem um diagnóstico tardio, o que multiplica riscos de doença, morte e transmissão do vírus.

O elevado número de casos de SIDA (Síndrome de ImunoDeficiência Adquirida) no leste europeu confirma o papel determinante de um diagnóstico tardio, atraso no início da terapia com antiretrovirais e a fraca cobertura de tratamentos.

"Apesar de todos os esforços para combater o VIH este ano a região europeia superou as 142 mil infeções, o número mais elevado registado até agora. É uma preocupação séria", declarou a diretora da OMS Europa, Zsuzsanna Jakab, em comunicado.

Jakab pediu a todos os países europeus medidas para baixar a curva ascendente "de uma vez por todas". A diretora em funções do ECDC, Andrea Ammon, criticou a "resposta ineficaz" da região.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.