sicnot

Perfil

Mundo

Hollande e Putin juntos em Moscovo contra o Daesh

O Presidente francês, François Hollande, desloca-se hoje a Moscovo, para uma reunião com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, no âmbito da criação de uma coligação contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI) na Síria e no Iraque.

© Philippe Wojazer / Reuters

Da agenda de Hollande para hoje faz ainda parte uma reunião com o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, que será recebido em Paris horas antes de o Presidente francês partir para a capital russa.

O chefe de Estado de França iniciou na segunda-feira uma maratona de contactos diplomáticos ao receber o primeiro-ministro britânico, David Cameron, junto de quem sublinhou a necessidade de intensificar os bombardeamentos contra o Estado Islâmico, e o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

Na terça-feira, teve lugar uma reunião com o Presidente norte-americano, Barack Obama, e, na quarta-feira, Hollande teve um encontro de trabalho com a chanceler alemã, Angela Merkel.

Na sexta-feira, Hollande presidirá, em Paris, a uma homenagem nacional às vítimas dos atentados, seguindo logo após para Malta, onde participa numa cimeira da Commonwealth dedicada ao clima.

Domingo, François Hollande recebe o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, e o Presidente da China, Xi Jinping.

François Hollande deu início ao conjunto de reuniões com líderes políticos na sequência dos atentados terroristas do passado dia 13 em Paris, reivindicados pelo grupo Estado Islâmico, que provocaram 130 mortos e 350 feridos.

Lusa

  • França homenageia sexta-feira as 130 vítimas dos atentados
    1:37

    Mundo

    Sexta-feira será dia de homenagem nacional, em França, às 130 vítimas dos atentados de Paris. O Presidente François Hollande já apelou aos franceses para colocarem a bandeira nas janelas, um apelo que coincidiu com a aprovação no parlamento da continuação dos bombardeamentos na Síria contra o Daesh.

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.