sicnot

Perfil

Mundo

Rússia reforça controlo de produtos alimentares importados da Turquia

A Rússia decidiu reforçar os controlos sobre os produtos alimentares e agrícolas importados da Turquia, citando violações de normas sanitárias, anunciou hoje o Ministério da Agricultura, dois dias depois de a Turquia ter abatido um avião militar russo.

(Arquivo)

(Arquivo)

© RIA Novosti / Reuters

"Atendendo às repetidas violações de normas russas por parte dos produtores turcos, o governo russo incumbiu a [agência de segurança alimentar] Rosselkhoznadzor de reforçar o controlo sobre o fornecimento de produtos agrícolas e de alimentos da Turquia, bem como organizar controlos adicionais na fronteira e locais de produção na República da Turquia", afirmou o ministro da Agricultura, Alexander Tkachev, em comunicado.

Lusa

  • Copiloto russo diz que caça nunca violou o espaço aéreo turco
    2:48

    Mundo

    O copiloto russo, que sobreviveu à queda do caça abatido pela Turquia, diz que o aparelho nunca violou o espaço aéreo turco e que não houve qualquer aviso. A informação surge entre apelos da comunidade internacional para que o incidente seja resolvido pelas vias diplomáticas.

  • Presidente turco garante que não quer conflito com a Rússia
    0:48

    Mundo

    O Presidente turco garante que não quer envolver o país num clima de tensão com a Rússia, mas defende que o abate do avião militar russo foi legítimo. Os ministros dos Negócios Estrangeiros da Rússia e da Turquia falaram ao telefone e marcaram um encontro para os próximos dias.

  • Relações tremidas entre a Rússia e a Turquia
    2:30

    Mundo

    As relações entre a Turquia e a Rússia estão cada vez mais tensas por causa do abate de uma avião de guerra. Vladimir Putin diz que os russos devem deixar de viajar para a Turquia e admite impor sanções económicas. Moscovo também decidiu deslocar meios militares para perto da fronteira turca.

  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.