sicnot

Perfil

Mundo

Segunda noite de protestos em Chicago contra a discriminação racial

Segunda noite de protestos em Chicago contra a discriminação racial

Centenas de pessoas manifestaram-se ontem à noite nas ruas de Chicago, nos Estados Unidos, contra a discriminação racial. Foi a segunda noite de protestos na cidade, por causa da morte de um jovem negro de 17 anos que foi baleado pela polícia. Os manifestantes marcharam pela cidade com cartazes a lembrar o jovem e a pedirem justiça.

Enquanto isso gritavam "dezasseis tiros", que terá sido a quantidade de vezes que o agente da polícia de Chicago disparou sobre o rapaz. O incidente aconteceu em outubro do ano passado, mas o vídeo só agora foi divulgado.

O caso voltou a gerar indignação, principalmente entre a comunidade negra. Os manifestantes explicam que decidiram manifestar-se porque são já várias as mortes às mãos da polícia e dizem que estas mortes não fazem qualquer sentido.

  • Vídeo mostra polícia de Chicago a disparar 16 vezes sobre jovem
    1:30

    Mundo

    Um polícia de Chicago, nos Estados Unidos, foi acusado do homicídio de um jovem de 17 anos. A decisão surge depois de ser divulgado um vídeo que mostra o agente a disparar 16 vezes sobre a vítima. As imagens, divulgadas mais de um ano depois do crime, podem ferir a suscetibilidade dos espectadores mais sensíveis.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.