sicnot

Perfil

Mundo

Segunda noite de protestos em Chicago contra a discriminação racial

Segunda noite de protestos em Chicago contra a discriminação racial

Centenas de pessoas manifestaram-se ontem à noite nas ruas de Chicago, nos Estados Unidos, contra a discriminação racial. Foi a segunda noite de protestos na cidade, por causa da morte de um jovem negro de 17 anos que foi baleado pela polícia. Os manifestantes marcharam pela cidade com cartazes a lembrar o jovem e a pedirem justiça.

Enquanto isso gritavam "dezasseis tiros", que terá sido a quantidade de vezes que o agente da polícia de Chicago disparou sobre o rapaz. O incidente aconteceu em outubro do ano passado, mas o vídeo só agora foi divulgado.

O caso voltou a gerar indignação, principalmente entre a comunidade negra. Os manifestantes explicam que decidiram manifestar-se porque são já várias as mortes às mãos da polícia e dizem que estas mortes não fazem qualquer sentido.

  • Vídeo mostra polícia de Chicago a disparar 16 vezes sobre jovem
    1:30

    Mundo

    Um polícia de Chicago, nos Estados Unidos, foi acusado do homicídio de um jovem de 17 anos. A decisão surge depois de ser divulgado um vídeo que mostra o agente a disparar 16 vezes sobre a vítima. As imagens, divulgadas mais de um ano depois do crime, podem ferir a suscetibilidade dos espectadores mais sensíveis.

  • 81 deslocados em Mação devido ao fogo
    2:46
  • Alcongosta ficou sem água, luz e telecomunicações
    2:28

    País

    O incêndio na Serra da Gardunha está dominado, mas as aldeias que estiveram rodeadas pelo fogo ainda não regressaram à normalidade. Falta água, luz e telecomunicações no sopé de uma mancha enorme de terra queimada. O fogo destruiu ainda uma floresta na Serra da Gardunha e um antigo colégio.

  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04
  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.