sicnot

Perfil

Mundo

Cerca de 16.000 crianças recrutadas à força desde janeiro no Sudão do Sul

Cerca de 16.000 crianças foram recrutadas à força este ano pelas diferentes partes em conflito no Sudão do Sul, revelou hoje o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

© Mohamed Nureldin Abdallah / R


"A situação das crianças continua a ser grave. Apesar da assinatura de um acordo de paz em agosto, há poucos sinais de melhorias", declarou um porta-voz do UNICEF, Christophe Boulierac, num encontro com a imprensa em Genebra.

"Graves violações dos direitos das crianças, como assassinatos, raptos e violência sexual, continuam a ocorrer em todo o país", lamentou.

Boulierac explicou que a situação das crianças no Sudão do Sul "piorou desde o início de 2015" com "um recrutamento e utilização constantes de crianças, essencialmente rapazes, mas também raparigas, pelas forças e grupos armados".

Desde janeiro, "cerca de 16.000 crianças foram recrutadas" e "continuam todos nas forças armadas e nos grupos", adiantou.

Embora vulgarmente se denominem aquelas crianças de "crianças soldados", elas não são utilizadas apenas como combatentes. Podem exercer funções de mensageiras, sendo enviadas para zonas perigosas, ou utilizadas com fins sexuais, o que é frequente no caso das raparigas.

O Sudão do Sul proclamou a sua independência em julho de 2011, antes de voltar à guerra em dezembro de 2013 devido a divergências políticas e étnicas, alimentadas pela rivalidade entre o presidente Salva Kiir e o seu antigo vice-presidente Riek Machar, líder dos rebeldes.

O conflito, marcado por atrocidades atribuíveis aos dois lados, causou dezenas de milhares de mortos e obrigou mais de 2,2 milhões a abandonarem as suas casas. Cerca de 1.500 crianças foram mortas, segundo a UNICEF.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.