sicnot

Perfil

Mundo

Morte de adolescentes devido à sida triplicou nos últimos 15 anos

O número de mortes de adolescentes devido à sida triplicou nos últimos 15 anos, segundo um relatório do Fundo da ONU para a Infância (UNICEF), que é apresentado esta sexta-feira na África do Sul.

O documento salienta também que a África subsariana é a "região com maior prevalência" e que as "raparigas são de longe as mais afetadas, representando sete em cada dez novas infeções na faixa que têm entre 15 e 19 anos". (Arquivo)

O documento salienta também que a África subsariana é a "região com maior prevalência" e que as "raparigas são de longe as mais afetadas, representando sete em cada dez novas infeções na faixa que têm entre 15 e 19 anos". (Arquivo)

© Regis Duvignau / Reuters

Segundo o relatório, intitulado Atualização das Estatísticas sobre Crianças Adolescentes e Sida, aquela doença é a "principal causa de morte entre adolescentes em África e a segunda principal causa de morte entre adolescentes no mundo".

"De entre as populações afetadas pelo VIH (Vírus da Imunodeficiência Humana), o grupo dos adolescentes é o único no qual os números da mortalidade não estão a diminuir", refere.

O documento salienta também que a África subsariana é a "região com maior prevalência" e que as "raparigas são de longe as mais afetadas, representando sete em cada dez novas infeções na faixa que têm entre 15 e 19 anos".

"É crucial que os jovens seropositivos tenham acesso a tratamento, cuidados e apoio", afirmou Craig McClure, responsável pelos programas globais da UNICEF para o VIH/Sida.

O relatório revela também que dos "2,6 milhões de crianças menores de 15 anos que vivem com VIH, apenas uma em cada três está a receber tratamento".

As novas estatísticas demonstram que a maior parte dos adolescentes que morrem de doenças relacionadas com a Sida foram infetados há 10 ou 15 anos.

"Essas crianças sobreviveram até à adolescência, por vezes sem conhecer o seu estado em termos de HIV", salienta.

Em 2000, refere o documento, foram "evitadas perto de 1.3 milhões de novas infeções em crianças" devido aos avanços realizados na prevenção e transmissão de mãe para filho.

O Dia Mundial de Luta Contra a Sida assinala-se a 01 de dezembro.

Lusa

  • Moção de censura "dá voz à indignação de muitos portugueses"
    1:13

    País

    O CDS entregou, no gabinete do presidente da Assembleia da República, a moção de censura ao Governo. O deputado Nuno Magalhães diz que o documento é a voz de todos os portugueses que ficaram indignados com a falência dos serviços do Estado nos incêndios e acrescenta ainda que cabe agora aos partidos da esquerda avaliarem se houve falhas e se foram graves o suficiente para censurarem o Governo.

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • Tondela corta relações institucionais com Belenenses

    Desporto

    O Tondela anunciou esta quinta-feira o corte de relações institucionais com o Belenenses, que vai defrontar no domingo para a nona jornada da I Liga de futebol, na sequência do diferendo pelo não adiamento do jogo devido aos incêndios.

  • SC Braga recebe o Ludogorets
    2:03

    Liga Europa

    O Sporting de Braga recebe hoje o Ludogorets. Abel Ferreira destaca a capacidade física e ofensiva do adversário e quer um Braga a jogar com intensidade para vencer o atual campeão da Bulgária.