sicnot

Perfil

Mundo

Departamento de Defesa dos EUA tem até março para produzir relatório sobre as Lajes

O Departamento de Defesa dos EUA tem até 1 de março para produzir um relatório sobre as Lajes, depois de o Presidente dos Estados Unidos ter ratificado a lei de Orçamento das Forças Armadas.

(AP/ Arquivo)

(AP/ Arquivo)

LIONEL CIRONNEAU / AP

A nova lei, que foi revista depois do veto presidencial no final de novembro, foi aprovada pela Câmara dos Representantes e pelo Senado no início do mês e ratificada na quarta-feira por Barack Obama.

O orçamento exige que o relatório sobre as valências da base das Lajes inclua uma avaliação sobre a sua capacidade de receber um centro de informações.

"Nenhum montante deve ser utilizado na construção do Centro de Análise Conjunta de Informações, na Base Aérea de Croughton, no Reino Unido, conforme secção 2301(b), até a Secretaria de Defesa certificar os comités de defesa da Câmara que determinou, com base numa análise dos requisitos operacionais, que esta localização permanece a localização ótima", lê-se no orçamento.

O orçamento continua também a proibir que quaisquer fundos sejam usados para transferir prisioneiros da prisão de Guantánamo até ao final do próximo ano, mas Obama insistiu em comunicado que essa posição está errada.

A Casa Branca e o Pentágono devem enviar em breve um plano para o Congresso explicando como fechariam a prisão e para onde seriam transferidos os prisioneiros nos EUA, mas é pouco provável que o plano vença a oposição republicana e de alguns membros democratas.

"[Estou] profundamente desiludido por o Congresso ter falhado de novo em tomar ações produtivas para fechar o centro de detenção de Guantánamo. [Manter a prisão aberta] não é consistente com os nossos interesses como nação e compromete a nossa posição no mundo", defendeu o presidente dos EUA.

No limite, isto significa que Obama falhará uma das suas grandes promessas eleitorais em 2008: o fecho desta prisão que acolheu suspeitos de terrorismo após os atentados de 11 de setembro de 2001.

Obama disse ainda que o atual orçamento "inclui benefícios fundamentais para o pessoal militar e suas famílias, facilita a continuação de operações militares a volta do globo e faz importantes reformas ao sistema militar."

Sobre as Lajes, o documento diz ainda que o relatório deve incluir uma explicação para os fundamentos da decisão, bem como uma avaliação das capacidades das Lajes para acolher treinos de pilotos de caça e a presença rotativa de forças navais.

A Câmara dos Representantes está a investigar a manipulação de estudos que justificam a construção deste centro de informações em Inglaterra.

Em junho, a Lusa noticiou uma série de iniciativas legislativas da Câmara dos Representantes que suspendem a construção deste complexo no Reino Unido até ser provado que a Base das Lajes não pode cumprir essa função.

O novo complexo está planeado para a base de Croughton, em Inglaterra, e ao reunir várias agências e organismos dos serviços de informações será o maior deste género fora do território norte-americano.

A sua construção está orçamentada em 317 milhões de dólares (cerca de 281 milhões de euros).

Lusa

  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15

    País

    Os fogos mais violentos começaram na Lousã, no distrito de Coimbra, e o cenário é desolador. Casas e empresas foram totalmente destruídas. Paulo Carvalho era dono de uma carpintaria, que foi reduzida a um monte de escombros.

  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10

    País

    As autoridades confirmaram a morte de oito pessoas no concelho de Vouzela. Agora é tempo de fazer o luto e tentar reerguer o que foi destruído pelo fogo. Os testemunhos emocionados dos moradores e do autarca relatam a destruição deixada pelas chamas. Custódia perdeu quase tudo. José teve de comprar um gerador para continuar a dar de beber às galinhas.

  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.