sicnot

Perfil

Mundo

Arábia Saudita organiza reunião com grupos da oposição síria

A Arábia Saudita marcou para este mês uma reunião entre os principais grupos da oposição política e militar sírios, com o objetivo de os unificar, declarou hoje um dirigente opositor à agência de notícias Efe.

AP

Ahmed Kamel - membro da Coligação Nacional Síria (CNFROS), a mais importante aliança política da oposição -- disse à EFE que as autoridades da Arábia Saudita enviaram convites a diversas organizações da oposição, tanto dentro como fora da Síria.

"Foram recebidos 20 convites para integrantes da CNFROS, enquanto as fações armadas terão 15 representantes na conferência", sublinhou.

O assessor do Presidente da CNFROS, Jaled Joya, revelou que este responsável também participará na reunião na capital saudita.

"O Governo saudita convidou, além destes, o Conselho de Coordenação Nacional (um dos grupos políticos da oposição moderada dentro da Síria) e duas dezenas de personalidades opositoras independentes", sublinhou.

Kamel referiu que o objetivo do encontro será "reunir as posturas da oposição política que está fora e dentro da Síria, assim como as forças militares (da oposição) que operam no terreno e no estrangeiro".

Afirmou ainda que a conferência de Riad é o resultado dos esforços que, já há um ano, a Arábia Saudita tem feito para unir os opositores sírios.

Em sua opinião, "a reunião poderia beneficiar o processo aberto em Viena para encontrar uma solução política do conflito com base no Comunicado de Genebra".

Kamel referia-se às conferências celebradas em novembro em Viena, em que estiveram presentes os principais países implicados no conflito sírio.

Síria há mais de quatro anos é cenário de uma guerra que já tirou a vida a mais de 250.000 pessoas, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.