sicnot

Perfil

Mundo

Milhares na rua em Londres contra ataques ao Daesh

Milhares de pessoas manifestaram-se esta terça-feira em Londres contra a proposta do primeiro-ministro britânico de lançar ataques na Síria contra o grupo extremista Daesh, na véspera de uma votação no parlamento sobre o tema.

Os manifestantes desfilaram ao final da tarde perto do Parlamento, em Westminster, no centro da capital britânica, seguindo para as sedes dos partidos dos conservadores e dos trabalhistas.

Os manifestantes desfilaram ao final da tarde perto do Parlamento, em Westminster, no centro da capital britânica, seguindo para as sedes dos partidos dos conservadores e dos trabalhistas.

© Neil Hall / Reuters

Os manifestantes desfilaram ao final da tarde perto do Parlamento, em Westminster, no centro da capital britânica, seguindo para as sedes dos partidos dos conservadores e dos trabalhistas, constatou a agência noticiosa AFP no local.

"Não aos bombardeamentos na Síria" e "David Cameron, tem vergonha!", gritavam os manifestantes, que empunhavam cartazes onde se lia "Parem a guerra".

"Quando bombardeamos os habitantes de um país, nós já não estamos em segurança, nós perdemos segurança", declarou Salma Yaqoob, responsável da organização pacifista 'Stop the War' (Parem a Guerra).

Uma das manifestantes, Jenny Eyles, citada pela AFP, disse que "a única maneira de travar o grupo Estado Islâmico é cortar-lhe o financiamento e impedir que tenha acesso a armas".

No sábado passado, cerca de cinco mil pessoas tinham-se manifestado em Londres contra a proposta de David Cameron.

Ainda que as forças britânicas já levem a cabo raides aéreos no Iraque contra o Estado Islâmico, o parlamento debate na quarta-feira uma extensão das operações para território sírio.

David Cameron decidiu levar a proposta a votação depois de garantir uma maioria favorável a essa intervenção.

Lusa

  • Cameron aguarda luz verde do Parlamento para atacar Daesh
    0:52

    Daesh

    O primeiro-ministro britânico disse esta segunda-feira que é tempo do Reino Unido apoiar a coligação no combate ao Daesh. David Cameron espera obter do Parlamento, esta semana, luz verde para avançar com ataques na Síria. A votação foi pedida para quarta-feira e o chefe de governo mostra-se confiante e seguro de que é do interesse nacional dos britâncos participar nas operações.