sicnot

Perfil

Mundo

Irão sublinha que relatório da ONU confirma fim pacífico de programa nuclear

O Irão afirmou esta quarta-feira que o relatório da Agência Internacional da Energia Atómica (OIEA) sobre o seu programa nuclear vai permitir encerrar a investigação sobre as possíveis dimensões militares, porque nunca se desviou de fins pacíficos.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Heinz-Peter Bader / Reuters

"O relatório sublinha a natureza pacífica do programa nuclear iraniano e abre caminho para encerrar o dossier sobre as possíveis dimensões nucleares" na Junta de Governadores da OIEA, disse o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Abbas Araqchi.

Segundo o vice-ministro, a Junta de Governadores deve agora encerrar o caso e permitir que avance o Plano Integral de Ação Conjunta, o acordo nuclear alcançado entre o Irão e os Estados Unidos, França, China, Rússia, Reino Unido e Alemanha.

No relatório, a agência especializada da ONU disse não ter indicações credíveis de atividades relevantes no Irão para o desenvolvimento de um arma nuclear desde o ano de 2009, mas que as atividades desenvolvidas "não avançaram mais além do que estudos científicos e de viabilidade e de aquisição de certas competências e capacidades técnicas relevantes".

O vice-ministro insistiu que aquelas "pequenas atividades" foram estudos "com tecnologia de duplo uso" e que o Irão as realizou com "fins pacíficos".

Na sequência do relatório da OIEA, os Estados Unidos afirmaram estarem prontos para dar o próximo passo na implementação do acordo nuclear.

O porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Mark Toner, disse que a agência da ONU confirmou a alegação de Washington de que Teerão tinha tentado fazer uma bomba nuclear, mas sublinhou que o Irão cooperou de forma adequada com os investigadores.

"O relatório é consistente. A OIEA confirmou que o Irão cumpriu os seus compromissos para dar respostas aos pedidos no âmbito do roteiro para o esclarecimento de questões passadas e presentes", disse, acrescentando que agora é preciso concentrarem-se na implementação do acordo nuclear.

Já Israel, pediu para que a investigação da agência especializada da ONU seja aprofundada e intensificada e que a comunidade internacional utilize todos os meios ao seu alcance para impedir o Irão de construir secretamente uma arma nuclear.

Lusa

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e o levantamento de prejuízos ainda não está fechado.

  • "Sinto-me como quem leva uma sova monumental"
    0:30
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • "Não compreendi absolutamente nada a substituição do Casillas"
    1:58
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    Os guarda-redes de FC Porto e Benfica estão neste momento em destaque depois de José Sá ter assumido a baliza dos dragões em detrimento de Iker Casillas. Nas águias, Svilar repetiu a titularidade frente ao Desportivo das Aves. Os comentadores do programa Play-Off Rodolfo Rei, Rui Santos, João Alves e Manuel Fernandes analisaram as duas situações.

  • Famílias afetadas pelos fogos começam a receber bens de primeira necessidade
    2:30
  • Equipa responsável por renovação da Proteção Civil ainda não é conhecida
    2:45

    País

    A constituição da unidade de missão que deverá entrar esta segunda-feira em funções para concretizar a reforma dos sistemas de prevenção e combate a incêndios ainda não é conhecida. A equipa de trabalho anunciada por António Costa será responsável por pôr de pé o novo sistema de Proteção Civil, aprovado no Conselho de Ministros extraordinário de sábado.

  • "Quero unir o PSD depois de o clarificar"
    1:17
  • Quem são os lesados do BES?
    4:52