sicnot

Perfil

Mundo

Meios de comunicação gregos param 24 horas em véspera de greve geral

Os meios de comunicação gregos avançam hoje com uma greve de 24 horas, na véspera da greve geral convocada pelos sindicatos do país, em protesto contra os cortes previstos no terceiro resgate acordado entre o Governo e os credores.

Reuters

De modo a poderem noticiar a greve e os protestos organizados para o dia 03, a Federação Pan-helénica de Jornalistas optou por convocar para hoje a sua greve.

Durante todo o dia e até às 06:00 de quinta-feira (04:00 em Lisboa) não deverá haver noticiários nas televisões e rádios, nem deverá ser atualizada a informação nos jornais digitais, e a imprensa escrita não será publicada na quinta-feira.

Com esta ação, os trabalhadores dos meios de comunicação juntam-se aos protestos convocados pelas principais confederações sindicais, a Adedy, do setor público, e a Gsee, do privado, contra as políticas de austeridade e, em particular, contra a reforma do sistema de pensões que contempla cortes nos benefícios e aumentos das contribuições.

A nível setorial, pede-se que a caixa de pensões dos jornalistas continue a ser independente e não seja incluída numa caixa unificada, que seja mantida a taxa de 20% imposta à publicidade nos meios de comunicação e esta se aplique também aos meios digitais.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.