sicnot

Perfil

Mundo

Meios de comunicação gregos param 24 horas em véspera de greve geral

Os meios de comunicação gregos avançam hoje com uma greve de 24 horas, na véspera da greve geral convocada pelos sindicatos do país, em protesto contra os cortes previstos no terceiro resgate acordado entre o Governo e os credores.

Reuters

De modo a poderem noticiar a greve e os protestos organizados para o dia 03, a Federação Pan-helénica de Jornalistas optou por convocar para hoje a sua greve.

Durante todo o dia e até às 06:00 de quinta-feira (04:00 em Lisboa) não deverá haver noticiários nas televisões e rádios, nem deverá ser atualizada a informação nos jornais digitais, e a imprensa escrita não será publicada na quinta-feira.

Com esta ação, os trabalhadores dos meios de comunicação juntam-se aos protestos convocados pelas principais confederações sindicais, a Adedy, do setor público, e a Gsee, do privado, contra as políticas de austeridade e, em particular, contra a reforma do sistema de pensões que contempla cortes nos benefícios e aumentos das contribuições.

A nível setorial, pede-se que a caixa de pensões dos jornalistas continue a ser independente e não seja incluída numa caixa unificada, que seja mantida a taxa de 20% imposta à publicidade nos meios de comunicação e esta se aplique também aos meios digitais.

  • Captura ilegal de cavalos-marinhos na Ria Formosa
    3:02

    País

    Há cada vez menos cavalos marinhos na Ria Formosa. Cientistas da Universidade do Algarve dizem que a maior população desta espécie no mundo, que é a que existe na Ria Formosa, está ameaçada devido à captura ilegal para o mercado asiático. Dizem que, se nada for feito para travar este fenómeno, esta espécie protegida pode desaparecer em poucos anos.