sicnot

Perfil

Mundo

Mulher multada em mil euros por recusar dar impressões digitais à polícia de Paris

Um tribunal de Paris multou, na terça-feira, uma mulher em mil euros por não deixar que lhe tirassem as impressões digitais após um protesto em que manifestantes e forças de segurança entraram em confrontos.

Reuters

A polícia antimotim lançou gás lacrimogéneo sobre os ativistas e deteve mais de 300 pessoas depois de um grupo de manifestantes atingir os agentes com garrafas e velas retiradas de tributos às vítimas dos ataques de Paris.

A mulher de 25 anos foi multada em mil euros por se recusar a deixar que a polícia lhe tirasse as impressões digitais.

O seu advogado considerou que os procedimentos legais "aproximaram-se do ridículo", indicando que, das centenas de pessoas detidas nos protestos, apenas duas foram presentes a tribunal.

Num segundo caso, um jovem de 28 anos foi condenado a três meses de prisão por atirar uma garrafa de vidro a um agente, ferindo-o no lábio, durante os confrontos na Place de la Republique.

O jovem, que tinha bebido, admitiu ter atirado uma lata de metal mas disse que não tinha um alvo em particular.

O advogado argumentou que o seu cliente não tinha qualquer intenção de se envolver em confrontos, até porque estava vestido com roupas coloridas e uma mochila, ao contrário dos manifestantes mais violentos, vestidos de negro e com capuz.

Os dois foram considerados culpados de ignorarem as ordens da polícia para dispersarem, apesar de ambos terem dito que não ouviram essa indicação.

A polícia francesa proibiu as manifestações na avenida dos Champs Elysees e perto do local da cimeira do clima, em Le Bourget, no norte da capital.

Depois dos ataques do passado dia 13 de novembro em Paris, o Governo francês declarou estado de emergência, com o parlamento a autorizar medidas extraordinárias de segurança durante três meses.

  • Não há risco de colapso do viaduto de Alcântara
    1:35

    País

    O desvio de um pilar do viaduto de Alcântara obrigou esta quarta-feira ao corte do trânsito e da circulação de comboios da linha de Cascais. O estrago terá sido provocado por um camião que embateu na estrutura durante a noite. A circulação ferroviária foi retomada a meio da manhã, mas o viaduto só será reaberto esta quinta-feira.

  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vitima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Romeu e Julieta nasceram no mesmo dia e no mesmo hospital

    Mundo

    Na Carolina do Sul, nos EUA, dois bebés tinham o parto marcado para 26 de março mas decidiram nascer mais cedo: exatamente no mesmo dia, apenas com uma diferença de 18 horas. Os pais não se conheciam e, curiosamente, deram o nome aos recém nascidos de Romeo e Juliet (em português, Romeu e Julieta).

  • Túmulo de Jesus Cristo restaurado

    Mundo

    Após 10 meses de obras de restauro, o túmulo onde Jesus Cristo terá sido sepultado foi esta quarta-feira revelado numa cerimónia na igreja do Santo Sepulcro, em Jerusalém.