sicnot

Perfil

Mundo

ONG apelam aos bancos para que acelerem desinvestimento no carvão

Várias organizações não-governamentais apelaram hoje aos bancos para transferirem rapidamente os seus investimentos no setor do carbono para as energias renováveis, muito menos financiadas por estas instituições.

reuters

Segundo um relatório que descreve os financiamentos de 15 grandes bancos europeus e norte-americanos entre 2009 e 2014, "os bancos ainda são fatores de agravamento da crise climática e devem acelerar de forma radical a transferência dos seus financiamentos do setor do carvão para a eficácia energética das energias renováveis", denunciam as organizações Amis de la Terre, BankTrack, urgewald e Rainforest Action Network.

De acordo com os seus cálculos, "257 mil milhões de dólares foram atribuídos ao carvão pelos maiores bancos internacionais" nesse período, ou 2,5 vezes mais que às energias renováveis, que beneficiaram de 105 mil milhões dos bancos.

O relatório, publicado por ocasião da Cimeira do Clima, em Paris, revela que "as políticas dos bancos demonstram-se insuficientes para responder à urgência climática".

"Apesar de alguns grandes bancos europeus terem começado a distanciar-se do setor do carbono, Wall Street ainda domina o topo do ranking dos bancos de carvão", denuncia Ben Collins, da ONG Rainforest Action Network, citado num comunicado.

  • Centrais de carvão são o alvo a abater, defendem peritos
    2:22

    Cimeira do Clima

    Na Cimeira do Clima, em Paris, o presidente francês anunciou que vão ser gastos, nos próximos 4 anos, 6 mil milhões de euros, para apoiar o desenvolvimento energético em África. Uma primeira conclusão parece ser óbvia: de nada servirá o esforço para redução do aquecimento global se continuarem a ser construídas centrais a carvão. Os representantes africanos queixam-se de ser os que mais sofrem com a poluição dos outros.

  • Casal detido por torturar os 13 filhos em casa nos EUA

    Mundo

    Treze irmãos e irmãs foram encontrados presos em casa, alguns acorrentados, esfomeados e sujos, numa pequena localidade no estado norte-americano da Califórnia, e os pais foram detidos por tortura, anunciou a polícia norte-americana.

  • Morreu a cantora Madalena Iglésias

    Cultura

    A cantora Madalena Iglésias, que venceu o Festival da Canção em 1966 com a música "Ele e Ela", morreu hoje aos 78 anos numa clínica em Barcelona, Espanha. O velório realiza-se hoje, a partir das 18:00 locais (17:00 em Portugal), na sala 18 do Tanatório de Collserola, em Barcelona.

  • U2 regressam a Portugal em setembro

    Cultura

    16 de setembro, Altice Arena em Lisboa. A nova digressão da banda irlandesa U2 tem passagem garantida por Portugal. Os bilhetes são postos à venda ainda em janeiro, com condições especiais para membros do clube de fãs e os primeiros que compraram o mais recente álbum do grupo.

    Ricardo Rosa

  • "O grupo parlamentar do PSD vai ser um instrumento de força para ajudar Rui Rio"
    16:00