sicnot

Perfil

Mundo

Ataque de San Bernardino é o quinto mais mortífero desde 1984

Os 14 mortos e 14 feridos já confirmados no ataque ao centro de atendimento de pessoas portadoras de deficiência ocorrido esta quarta-feira em San Bernardino, no Estado da Califórnia, torna este um dos mais mortíferos de sempre nos EUA.

© Alex Gallardo / Reuters

Segundo um levantamento disponibilizado hoje à noite pelo diário Los Angeles Times, na sua página na Internet, o balanço mais recente do ataque é o quinto mais grave desde 1984.

O ataque com mais vítimas decorre a 16 de abril de 2007, em Blacksburg, no Estado da Virgínia, quando um estudante universitário matou 32 colegas e feriu 17, no 'campus' da universidade.

Em 2012, ocorreu o segundo com mais vítimas mortais, 27, quando um jovem de 20 anos atacou uma escola primária, em Sandy Hook, no Estado do Connecticut, matando 20 crianças e seis adultos.

O terceiro balanço mais pesado de vítimas data de 16 de janeiro de 1991, quando um ataque a um café, em Killeen, no Estado do Texas, causou 22 mortos e 20 feridos.

O outro ataque com mais vítimas do que o de hoje aconteceu em 18 de julho de 1984, num restaurante de uma cadeia de comida rápida, em San Isidro, na Califórnia, saldando-se por 21 mortos e 19 feridos.

Ainda em 2015, destacam-se o ocorrido em Roseburg, Oregon, a um colégio universitário, em 1 de outubro, com nove mortos e nove feridos, e o de Colorado Springs, Colorado, num centro de planeamento familiar, em 29 de novembro, com três mortos e nove feridos.

Com outras caraterísticas, destaca-se a explosão de um edifício federal em Oklahoma City, em 19 de abril de 1995, protagonizado por Timothy McVeigh, que provocou 168 mortes e mais de 500 feridos.

Lusa

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • "Não se pode voltar atrás, o povo de Deus confirmou a necessidade deste Papa"
    3:15
  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.