sicnot

Perfil

Mundo

Museu dedicado a François Miterrand alvo de roubo

Um museu dedicado ao antigo Presidente francês François Mitterrand (1981-1995) foi alvo de roubo e o valor dos objetos levados está estimado em até meio milhão de euros.

Segundo a polícia, os assaltantes introduziram-se através de arrombamento no museu, situado em Château-Chinon, uma cidade no centro de França, da qual François Mitterrand foi presidente de Câmara desde 1959 até à sua eleição para a Presidência da República em 1981.

Segundo os primeiros elementos do inquérito, o produto do roubo está estimado "entre 300 mil e 500 mil euros". Os ladrões apoderaram-se de várias dezenas de objetos de grande valor, como pêndulos e sabres, em ouro, cristal ou ainda decorados com diamantes.

Depois de passarem pelo teto, os ladrões conseguiram anular o sistema de alarme, que não disparou.

O Museu do Septenato, criado em 1986, conserva as prendas oficiais e pessoais recebidas por François Miterrand da parte de chefes de Estado estrangeiros durante os seus dois mandatos presidenciais.

A coleção é constituída por peças de cerâmica e vidro, de prata e ourivesaria, móveis e tapeçarias.

Lusa

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • Sporting critica decisão sobre vouchers antes do dérbi
    2:11

    Desporto

    A pouco mais de 24 horas do dérbi, o polémico caso dos vouchers volta a abalar as relações entre o Sporting e o Benfica. Os "leões" dizem que é falso que a UEFA tenha rejeitado a queixa contra as águias. O Comité Disciplinar do organismo europeu do futebol considerou que não há qualquer ato ilícito nas ofertas dos encarnados a árbitros.Mas para o diretor de comunicação do Sporting, a UEFA decidiu apenas não avançar com um processo porque está em curso uma investigação em Portugal.