sicnot

Perfil

Mundo

Turquia apresenta condolências à Rússia por morte de piloto do caça abatido

O ministro dos Negócios Estrangeiros turco anunciou hoje que o seu país apresentou "condolências" à Rússia pela morte do piloto cujo avião foi abatido pela aviação turca, causando uma grave crise entre os dois países.

© Jonathan Ernst / Reuters

"Expressámos a nossa tristeza e demos as nossas condolências pela morte do piloto russo", declarou Mevlut Cavusoglu, citado pela imprensa turca, após uma reunião em Belgrado com o seu homólogo russo, Serguei Lavrov.

Tratou-se do primeiro contacto a este nível entre os dois países depois do abate do avião de combate russo pela aviação turca na fronteira síria, a 24 de novembro.

Cavusoglu congratulou-se com a atmosfera do encontro, mas afirmou que não seria "realista dizer que os problemas foram ultrapassados durante uma primeira reunião".

"É importante manter os canais de diálogo abertos", disse ainda o chefe da diplomacia turca, acrescentando que "existe, dos dois lados, a vontade de que não haja uma escalada das tensões".

"Estou certo de que o bom senso prevalecerá sobre as emoções", observou.

Em declarações à televisão russa, Lavrov afirmou também que não houve avanços.

"Reunimo-nos com o senhor Cavusoglu (...) Não ouvimos nada de novo: o ministro turco confirmou a posição que já tinham expressado, e nós confirmámos a nossa", resumiu.

Antes do encontro, os altos responsáveis russos recusavam qualquer contacto com os seus homólogos turcos e exigiam um pedido de desculpas oficial de Ancara.

O Presidente russo, Vladimir Putin, depois de se ter recusado a atender os telefonemas do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, evitou-o durante a conferência sobre o clima (COP21) em Paris.

Na quarta-feira, Moscovo chegou mesmo a acusar Erdogan e a sua família de lucrarem com o contrabando de petróleo que está a ser efetuado pelo grupo extremista Estado Islâmico na Síria.

"Respondemos a essas acusações e esperamos que eles as abandonem, porque são infundadas", comentou Cavusoglu.

Lusa

  • Turquia entrega à Rússia o corpo do piloto do caça russo abatido
    1:12

    Mundo

    A Turquia já entregou à Rússia o corpo do piloto do caça russo abatido no espaço aéreo turco. Ancara diz que foi recuperado junto dos rebeldes sírios que mataram o militar depois de ejetar-se do avião. O Governo turco garante que mantém aberta a via do diálogo com Moscovo apesar das sanções impostas pelos russos este fim de semana.

  • Copiloto russo diz que caça nunca violou o espaço aéreo turco
    2:48

    Mundo

    O copiloto russo, que sobreviveu à queda do caça abatido pela Turquia, diz que o aparelho nunca violou o espaço aéreo turco e que não houve qualquer aviso. A informação surge entre apelos da comunidade internacional para que o incidente seja resolvido pelas vias diplomáticas.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30, marcando o reinício da sessão para as 14:15. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.