sicnot

Perfil

Mundo

Homens demoram menos um minuto a montar móveis que as mulheres

Os homens são mais rápidos que as mulheres a montar mobílias, revelam psicólogos noruegueses. Uma equipa de psicólogos da UiT The Arctic University da Noruega resolveu pôr à prova a afirmação da presidente da IKEA da Alemanha, Petra Hesser, que, em 2008, garantiu que as mulheres são melhores que os homens na montagem dos móveis porque lêem as instruções.

© Petar Kujundzic / Reuters

E embora as mulheres sigam à risca todas as instruções, a investigação norueguesa concluiu que os homens são mais rápidos a terminar a montagem. Um minuto.

Há vários estudos científicos que se debruçam sobre as diferentes habilidades que cada um dos sexos tem. "Esta investigação não pode ser encarada como 'a palavra final' sobre as capacidades de montagem de móveis de homens e mulheres", afirmam os próprios autores do estudo publicado na revista Applied Cognitive Psychology e citado pela Research Digest.

Além de não se poder generalizar a partir do grupo analisado pela equipa norueguesa (40 homens e 40 mulheres), há outros factores, como por exemplo, "sabe-se que os homens têm maior tendência para a competição, por isso talvez estejam mais motivados para a tarefa", sublinham os investigadores.

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.