sicnot

Perfil

Mundo

Homens demoram menos um minuto a montar móveis que as mulheres

Os homens são mais rápidos que as mulheres a montar mobílias, revelam psicólogos noruegueses. Uma equipa de psicólogos da UiT The Arctic University da Noruega resolveu pôr à prova a afirmação da presidente da IKEA da Alemanha, Petra Hesser, que, em 2008, garantiu que as mulheres são melhores que os homens na montagem dos móveis porque lêem as instruções.

© Petar Kujundzic / Reuters

E embora as mulheres sigam à risca todas as instruções, a investigação norueguesa concluiu que os homens são mais rápidos a terminar a montagem. Um minuto.

Há vários estudos científicos que se debruçam sobre as diferentes habilidades que cada um dos sexos tem. "Esta investigação não pode ser encarada como 'a palavra final' sobre as capacidades de montagem de móveis de homens e mulheres", afirmam os próprios autores do estudo publicado na revista Applied Cognitive Psychology e citado pela Research Digest.

Além de não se poder generalizar a partir do grupo analisado pela equipa norueguesa (40 homens e 40 mulheres), há outros factores, como por exemplo, "sabe-se que os homens têm maior tendência para a competição, por isso talvez estejam mais motivados para a tarefa", sublinham os investigadores.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • António Guterres, "o governante mais amado desde sempre em democracia"
    2:27

    País

    António Guterres foi distinguido com o grau de honoris causa pela Universidade de Lisboa. A cerimónia decorreu esta manhã e contou com a presença do Presidente da República e do primeiro-ministro. Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que Guterres foi o governante mais amado da democracia portuguesa.