sicnot

Perfil

Mundo

Número de mortos em ataque no Cairo sobe para 16

Número de mortos em ataque no Cairo sobe para 16

O número de mortos no ataque com cocktails molotov contra uma discoteca no bairro de Aguza, no oeste da cidade do Cairo, aumentou para 16, de acordo com um autarca local.

O primeiro balanço do ataque à discoteca/restaurante do Cairo apontava para 12 vítimas mortais.

O responsável de Aguza, Ahmed Abdelrahim, assegurou que se tratou de "um evento criminoso", provavelmente devido a uma disputa, e não a um ato terrorista.

Em declarações à televisão estatal egípcia, Abdelrahim explicou que entre os mortos há empregados do estabelecimento, e que o ataque foi perpetrado cerca das 07:00 locais (05:00 em Lisboa).

As primeiras informações indicam que três pessoas que se transportavam num motociclo lançaram os 'cocktails molotov' contra o edifício, provocando um incêndio, e fugiram do local.

As forças de segurança inspecionaram a zona a fim de deter os atacantes, enquanto os agentes da proteção civil apagaram o fogo.

A segurança agravou-se no Egito após a revolução de 2011 (Primavera Árabe), com um aumento da criminalidade e atentados terroristas, mas são raros os ataques a casas noturnas.

Um responsável da segurança avançou que o incidente terá sido provocado por uma disputa entre os funcionários do clube e um grupo de adolescentes, que será responsável pelo ataque.

Lusa

  • Atentado no Egito faz 16 mortos

    Mundo

    Pelo menos 16 pessoas morreram hoje e cinco ficaram feridas num ataque com 'cocktails molotov' contra uma discoteca no bairro de Aguza, no oeste da cidade do Cairo.

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.