sicnot

Perfil

Mundo

Líder da oposição venezuelano preso vai poder votar

O Presidente da Venezuela concordou em deixar o líder da oposição Leopoldo López, que se encontra preso, votar nas eleições de hoje, afirmou o ex-presidente colombiano Andres Pastrana, após um encontro com Nicolás Maduro.

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

O antigo chefe de Estado da Colômbia Andres Pastrana, de visita a Caracas com outros cinco ex-líderes latino-americanos, afirmou que após uma reunião com Maduro este prometeu deixar López execer o seu direito de voto nas eleições de hoje, apesar de o governo não ter confirmado ainda essa informação.

"Eles concordaram com isto e eu penso que é muito importante. Todos os meus colegas antigos Presidentes insistiram", disse Pastrana aos jornalistas.

Líder do partido Vontade Popular, Leopoldo López foi condenado a 10 de setembro a quase 14 anos de prisão por instigação pública, associação criminosa, danos à propriedade e incêndio, na sequência da violência registada no final de um protesto convocado por figuras da oposição no início do ano passado.

A defesa de López argumentou que tem o direito de votar, uma vez que foi interposto um recurso da sentença, cuja decisão ainda não saiu.

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.