sicnot

Perfil

Mundo

Polícia londrina pede mais informações a testemunhos de ataque no metro

A polícia londrina renovou hoje o pedido de informação aos testemunhos do ataque de sábado no metro da cidade para esclarecer as circunstâncias do esfaqueamento de duas pessoas, que está a ser investigado como sendo um "ato terrorista".

© Neil Hall / Reuters

O comandante da unidade antiterrorista da Polícia Metropolitana de Londres (MET), Richard Walton, pediu aos testemunhos que conseguiram filmar o ataque, e cujos vídeos estão a circular na internet, para que se "ponham em contacto" com as autoridades.

Walton agradeceu aos cidadãos que facultaram as suas gravações do incidente ocorrido no sábado na estação de metro de Leytonstone, onde um homem de 29 anos protagonizou, segundo o comandante, "um ataque violento com uma faca não provocado".

O suspeito, que feriu gravemente um homem de 56 anos e causou ferimentos leves a outro homem, gritou "isto é pela Síria" depois do ataque e continua detido numa esquadra da capital do Reino Unido.

Inicialmente, foi noticiado que havia um terceiro ferido mas essa mulher foi apenas alvo de ameaças, não tendo sofrido danos físicos.

Lusa

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.