sicnot

Perfil

Mundo

Urnas já fecharam na Venezuela

As urnas para as eleições parlamentares na Venezuela fecharam hoje às 18:00 locais (22:30 em Lisboa), tal como estava previsto.

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

Desta eleição resultará um novo parlamento de 167 deputados (três dos quais em representação das comunidades indígenas), para o qual puderam votar 19,8 milhões de venezuelanos.

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, antecipou-se ao escrutínio, no qual participaram quase duas dezenas de formações políticas, e anunciou que radicalizará a revolução bolivariana a partir de 07 de dezembro, caso as forças que apoiam o 'chavismo' obtenham a maioria nas eleições parlamentares.

De acordo com o eurodeputado português José Inácio Faria, do Partido da Terra (MPT), que participou como observador do processo eleitoral, as eleições parlamentares da Venezuela decorreram "com normalidade".

Lusa

  • Reportagem Especial dá a voz aos despedidos da banca
    1:18
  • CEMGFA admite que várias armas roubadas estão em condições de ser usadas
    2:06

    Assalto em Tancos

    Afinal há várias armas roubadas em Tancos que estão em condições de ser utilizadas, sendo que apenas os lança-granadas-foguete estão obsoletos. Esta manhã, o general Pina Monteiro admitiu, no Parlamento, que a declaração que fez há duas semanas pode ter induzido em erro a opinião pública. O chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) diz, ainda, que se houvesse indícios sobre colaboração do Exército neste caso, os suspeitos estariam presos.

  • Pais de Charlie Gard querem que o bebé morra em casa

    Mundo

    Depois de terem renunciado à batalha judicial para manterem o filho com vida, os pais do bebé britânico Charlie Gard desejam agora levar a criança para morrer em casa. O desejo foi revelado pelo advogado de Chris Gard e Connie Yates, numa audiência esta tarde, no Supremo Tribunal de Londres. Contudo, o hospital responsável pelo caso admite que os cuidados a Charlie não podem ser feitos em casa.