sicnot

Perfil

Mundo

Oposição diz que vitória nas eleições é o "início da mudança" na Venezuela

A Mesa da Unidade Democrática (MUD), coligação da oposição, afirmou hoje que a vitória nas eleições parlamentares na Venezuela representa "o início da mudança" no país.

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

"Começou a mudança, Venezuela. Hoje temos razões para celebrar, o país pedia uma mudança, essa mudança começou hoje", congratulou-se o secretário executivo da MUD, Jesús Torrealba, após o anúncio do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) dos resultados oficiais.

A oposição venezuelana conquistou 99 assentos de um total de 167 que compõem a Assembleia Nacional -- contra 46 do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), do Presidente Nicolás Maduro, obtendo uma maioria parlamentar de dois terços pela primeira vez em 16 anos.

Os dados foram apresentados pela presidente do CNE, Tibisay Lucena, numa aparição pública, horas depois do encerramento das urnas, quando estavam contados 96,03% dos votos.

"O povo falou de forma clara, as famílias venezuelanas estão cansadas de viver as consequências do fracasso" do programa do PSUV, disse o líder da oposição.

A oposição beneficiou do forte descontentamento popular na Venezuela com uma crise económica provocada pela queda do preço do petróleo, que detém das maiores reservas de crude do mundo, mas está atualmente a braços com uma situação de escassez de alimentos e bens de primeira necessidade.

Os resultados eleitorais traduzem uma viragem histórica depois da chegada do poder do 'chavismo' (de Hugo Chávez) em 1999, apesar de diversos analistas advertirem que Nicolás Maduro pode tentar limitar os poderes do parlamento para contrariar esta vitória, arriscando desencadear protestos.

Lusa

  • Nicolás Maduro reconhece derrota
    0:36

    Mundo

    O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, reconheceu a derrota da sua formação política, o Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), pela primeira vez em 16 anos, nas eleições legislativas de domingo.

  • Sondagens dão vitória à oposição na Venezuela
    1:58

    Mundo

    Hoje, na Venezuela, 20 milhões de eleitores escolhem os 167 deputados da Assembleia Nacional para os próximos cinco anos. A atravessar uma crise profunda, o socialismo bolivariano de Nicolas Maduro e a Herança de Hugo Chavez, que chegou ao poder há 16 anos, podem estar em causa nestas legislativas. Pela primeira vez as sondagens dão a vitória à oposição.

  • Fogos em OIeiros concentram mais meios

    País

    Os fogos em Oleiros, no distrito de Castelo Branco, são os mais preocupantes esta manhã para a Proteção Civil. São dois incêndios que mobilizam cerca de quinhentos bombeiros.

    Em atualização

  • Mulher muçulmana agredida por jovens em Madrid

    Mundo

    Uma mulher muçulmana de 38 anos ficou ferida depois de ter sido agredida por "dois ou três jovens" na quarta-feira junto à entrada da estação de metropolitano de Usera, em Madrid, disse hoje à Efe a Polícia Municipal.

  • Tufão Hato fez 16 mortos na China e Macau
    1:20
  • Festival EDP Vilar de Mouros começa hoje
    2:56

    Cultura

    Começa hoje o EDP Vilar de Mouros. O festival, que já tem mais 30% de bilhetes vendidos do que no ano passado, vai começar com a banda britânica The Veils. Capitão Fausto e Salvador Sobral são apenas dois dos nomes portugueses que vão marcar presença num evento que conta também com diversos artistas estrangeiros. A jornalista da SIC, Sílvia Lima Rato, falou com Paulo Ventura, da organização, e antecipa os destaques do cartaz do festival que decorre até sábado.

  • Porto Editora disponível para rever exercícios que possam ser discriminatórios
    2:16
  • Novo SUV da Volkswagen produzido na Autoeuropa
    1:09