sicnot

Perfil

Mundo

Presidente cubano envia mensagem a Nicolás Maduro após eleições na Venezuela

O Presidente de Cuba, Raúl Castro, enviou uma mensagem de apreço ao seu homólogo venezuelano, Nicolás Maduro, depois da derrota histórica que este sofreu nas eleições de domingo, que passou o controlo do Parlamento para a oposição.

Reuters

Reuters

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

O líder cubano expressou "admiração" pela "extraordinária batalha" travada por Maduro, o sucessor do Presidente Hugo Chávez, que agora será obrigado a trabalhar com um parlamento dominado pela oposição.

"Querido Maduro, tenho acompanhado minuto a minuto a batalha extraordinária que tem sido travada", escreveu Castro no jornal estatal Granma.

"Estou certo que novas vitórias virão para a Revolução Bolivariana", referiu o Presidente cubano no texto, referindo-se às políticas implementadas desde a governação de Chávez.

Uma coligação de centro-direita, a Mesa de Unidade Democrática (MUD), conquistou 99 dos 167 lugares do parlamento nas eleições de domingo, pela primeira vez em 16 anos.

Os eleitores acabaram por punir o Governo de Maduro devido à recessão económica que atravessa o país, que também vive uma grave crise na segurança.

Maduro aceitou a derrota, um duro golpe para a sua liderança e para a "Revolução" do "socialismo do século XXI", lançada pelo já falecido Presidente Chávez.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.