sicnot

Perfil

Mundo

Donald Trump admite apresentar-se como independente às presidenciais nos EUA

O pré-candidato republicano à presidência dos EUA, Donald Trump, afirmou hoje que admite apresentar-se como independente às eleições de 2016, após as numerosas críticas do partido ao seu polémico plano antimuçulmano.

Reuters

Reuters

© Randall Hill / Reuters

"Se não recebo um tratamento justo, decerto que a consideraria [uma candidatura independente]", assinalou hoje o magnata do imobiliário em declarações à cadeia televisiva ABC.

Trump, que lidera das sondagens entre os aspirantes do Partido Republicano às eleições presidenciais de 2016, já tinha admitido na terça-feira essa hipótese, através da sua conta na rede social Twitter.

O multimilionário norte-americano citou uma sondagem do diário USA Today e da universidade de Suffolk, onde se refere que 68% dos seus apoiantes lhe dariam o voto caso se apresentasse como independente, contra 18% que lhe retirariam o apoio.

"Uma nova sondagem indica que 68% dos meus apoiantes me apoiaria caso ano abandonasse o GOP (Grand Old Party, um epíteto do Partido Republicano desde 1880), e me apresentasse como independente", escreveu Trump no Twitter.

Desta forma, optou por deixar aberta essa possibilidade após a enxurrada de críticas à sua proposta de proibir a entrada no país de todos os muçulmanos, algumas provenientes de outros pré-candidatos republicanos.

Na segunda-feira, Trump emitiu um apelo e sugeriu a proibição temporária da entrada de todos os muçulmanos no país pelo "ódio" que, na sua perspetiva, nutrem face aos norte-americanos.

O magnata emitiu a proposta na sequência das repercussões pelo ataque na semana passada em San Bernardino, na Califórnia, que provocou 14 mortos e cerca de 20 feridos, atribuído a um norte-americano filho de paquistaneses e por sua mulher de origem paquistanesa, ambos mortos pela polícia, e que está a ser considerado um "ato terrorista" pelas autoridades federais.

Ainda na sequência das sugestões de Trump, a universidade escocesa Robert Gorbon (RGU) de Aberdeen, anunciou hoje que lhe retirou o doutoramento "honoris causa" que lhe foi atribuído, ao considerar as suas declarações "incompatíveis" com os seus próprios valores.

"No âmbito da campanha eleitoral americana, Trumpo emitiu uma série de declarações inteiramente incompatíveis com o espírito e os valores da universidade", afirmou um porta-voz da RGU ao justificar a decisão.

Lusa

  • Bernardo Silva no Manchester City

    Desporto

    O internacional português Bernardo Silva é o mais recente reforço do Manchester City, equipa inglesa treinada por Pep Guardiola, num contrato válido por cinco temporadas.

  • Sérgio Conceição no radar do FC Porto

    Desporto

    O treinador português e os seus representantes têm marcada para esta sexta-feira uma reunião decisiva com o FC Porto. Sérgio Conceição poderá ser o sucessor de Nuno Espírito Santo no comando técnico dos dragões.

  • Madonna despede-se: "Glorioso! Lisboa, diverti-me imenso!

    Cultura

    "Glorioso! Lisboa, diverti-me imenso! Mal posso esperar para voltar um dia e descobrir todos os teus segredos." Foi com estas palavras que Madonna se terá despedido esta sexta-feira de Portugal. Juntamente com a mensagem, a cantora publicou ainda uma fotografia no Estádio do Benfica.

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • EUA testam sistema de defesa antimíssil

    Mundo

    Os Estados Unidos realizam na próxima semana um teste ao seu sistema de defesa antimíssil que, pela primeira vez, terá em consideração uma eventual ameaça de um míssil balístico intercontinental, ação que terá em mente as recentes ameaças norte-coreanas.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00

    Pequenas grandes histórias

    Aconteceu na Rússia, na estação de televisão Mir24 TV. A pivô, Ilona Linarte, viveu um momento insólito, no estúdio, quando apresentava o jornal. Um cão de raça labrador preto apareceu atrás dela aos saltos. A pivô foi apanhada de surpresa e reagiu com humor.