sicnot

Perfil

Mundo

Bruxelas coloca Alemanha em tribunal por causa da Mercedes-Benz

A Comissão Europeia anunciou hoje que vai colocar a Alemanha em tribunal por não obrigar o fabricante Daimler, que detém as marcas Mercedes-Benz e Smart, a usar um novo refrigerante de ar condicionado com menos impacto ambiental e mais seguro.

© Kim Kyung Hoon / Reuters

A Daimler não quer utilizar o novo refrigerante porque alega que nos testes de longa duração nos carros Mercedes-Benz, o líquido de arrefecimento chega a um ponto de ebulição que pode fazer com que os carros fiquem mais propensos a explodir em caso de acidente.

Bruxelas rejeitou as alegações da Daimler sobre a perigosidade do novo refrigerante, afirmando que "estas preocupações não foram compartilhadas por qualquer outro fabricante de automóveis", acrescentando que também não foram rejeitadas pelas autoridades de transporte alemãs.

A Alemanha, líder europeu no fabrico de automóveis, poderá enfrentar pesadas multas por ter infringido as leis da União Europeia.

Esta decisão aumenta a pressão sobre a indústria automobilística alemã que está a braços com o maior escândalo em 78 anos, quando o grupo Volkswagen manipulou os testes de emissões de gases dos seus carros a gasóleo.

A Comissão Europeia disse num comunicado que decidiu colocar a Alemanha em tribunal sobre a questão Daimler.

"A Comissão alega que a Alemanha violou a legislação da União Europeia, permitindo que o fabricante de automóveis Daimler AG tenha colocado veículos automóveis no mercado da União que não estavam em conformidade com a diretiva (relativa ao ar condicionado), que não tomou qualquer medida de correção", refere o comunicado.

Já em setembro do ano passado, a Comissão Europeia tinha alertado a Alemanha para a possibilidade de o assunto poder acabar em tribunal caso não agisse.

"Apesar dos contactos entre a Comissão e as autoridades alemãs, no âmbito do processo de infração, a Alemanha não tomou quaisquer medidas adicionais", disse a Comissão Europeia.

Desde 2013 que a regulamentação da UE exige que os fabricantes de automóveis usem um refrigerante chamado R1234yf com o fundamento de que produz muitos menos gases de efeito estufa do que os refrigerantes mais antigos.

A Daimler está a utilizar um mais antigo, chamado R134a, e sustenta em estudos que o novo refrigerante incendeia-se mais facilmente e coloca os carros em maior risco de explosão em caso de acidente.

Os fabricantes de R1234yf, os gigantes norte-americanos Dupont e Honeywell, rejeitam as alegações da Daimler.

A Alemanha deu à Daimler uma permissão especial para continuar a usar o refrigerante antigo, apesar da aprovação inicial do novo refrigerante pela Associação Alemã de Fabricantes de Automóveis (VDA), da qual a Daimler é membro.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.