sicnot

Perfil

Mundo

Fundador da empresa que comprou a Fidelidade está incontactável e pode ter sido detido

O presidente da Fosun, que em Portugal é dona da seguradora Fidelidade, terá sido detido pelas autoridades chinesas. A informação está a ser avançada pela revista chinesa Caixin, que diz que a detenção estará relacionada com uma alegada investigação por corrupção.

SIC/Arquivo

SIC/Arquivo

A mesma publicação escreve que Guo Guang-chang, o 11º homem mais rico da China, está incontactável – e, que terá sido visto pela última vez sob escolta policial no aeroporto de Xangai.

Contactada pela SIC, fonte oficial da Fosun recusou qualquer comentário e remeteu para um comunicado que será divulgado amanhã.

Em Portugal, a Fosun controla também a Luz Saúde, que antes pertencia ao Grupo Espírito Santo e foi uma das candidatas à compra do Novo Banco.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16