sicnot

Perfil

Mundo

Aparece proprietário de três Boeing 747 abandonados em Kuala Lumpur

Os três aviões Boeing 747 que o operador do aeroporto internacional de Kuala Lumpur declarou abandonados no interior do seu recinto pertencem à companhia aérea malaia SWIFT Air Cargo, informam hoje meios de comunicação locais.

© Olivia Harris / Reuters

O diretor executivo da transportadora aérea, Blue Peterson, afirmou ao jornal local The Star que a empresa é dona dos três aparelhos desde 08 de julho deste ano e culpou a operadora Malaysia Airports Holdings Bhd (MAHB) pelo mal-entendido.

"A MAHB, por alguma razão desconhecida, recusou reconhecer que a SWIFT é proprietária dos aviões, apesar de termos todos os documentos, incluído o contrato de compra e venda", detalhou.

O operador do aeroporto internacional de Kuala Lumpur publicou um anúncio, na segunda-feira, na secção de classificados do jornal The Star, em que dava ao dono dos três aviões do modelo Boeing um prazo de 14 dias para reclamar a sua propriedade.

Segundo o anúncio, caso ninguém aparecesse nesse prazo, as autoridades "reservavam-se no direito de vender ou dispor dos aviões".

A SWIFT Air Cargo é uma empresa de transporte de mercadorias domiciliada em Kuala Lumpur que está em fase de regularizar a sua situação para iniciar as operações, segundo as informações constantes do seu portal na Internet.

Lusa

  • Os fotogramas que identificaram os autores do ataque em Alcochete 
    2:30

    Crise no Sporting

    A SIC teve acesso às imagens do ataque à Academia do Sporting, em Alcochete, no dia 15 de maio. Os fotogramas registados pelas câmaras de vigilância do centro de treinos fazem parte do processo e foram decisivos para a aplicação da prisão preventiva aos 23 arguidos. No total são 23 minutos de imagens que permitiram identificar os autores dos crimes. 

    Exclusivo SIC

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Parceiros sociais retomam hoje discussão sobre legislação laboral

    Economia

    Os parceiros sociais retomam esta tarde a discussão sobre as alterações à legislação laboral nas áreas do combate à precariedade, promoção da negociação coletiva e reforço da inspeção do trabalho. No encontro, marcado para as 15:00 no Conselho Económico e Social (CES), em Lisboa, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, deverá apresentar um novo documento com alterações face ao que foi proposto aos parceiros sociais há dois meses.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • Ministro volta a não se comprometer com aumento dos salários
    2:51

    Economia

    O ministro das Finanças diz que a falta de enfermeiros no Hospital de Santa Maria é meramente transitória. Durante a audição no parlamento, o ministro também foi pressionado, à esquerda e à direita, para aumentar os salários na Função Pública, mas voltou a não se comprometer.